sicnot

Perfil

Mundo

Investigador diz que pornografia pode causar disfunção erétil

Edgard Garrido

O consumo de pornografia na internet perfila-se como um novo fator que pode causar disfunção erétil, a partir de uma alteração na produção de uma neuro hormona no cérebro, disse hoje o investigador norte-americano Gary Wilson.

A dopamina é uma neuro hormona libertada pelo cérebro quando se recebe uma série de estímulos, entre os quais a novidade e a sexualidade.

"A pornografia da internet tem mais formas de aumentar a dopamina do que a novidade sexual simples", explicou o investigador, que advertiu que hoje em dia o utilizador de internet chega ao orgasmo após ver dezenas de vídeos", reformulando-se a experiência sexual e hedonista.

Além do mais, a internet oferece ao utilizador a visão de diferentes experiências sexuais, desde fetiches a estranhas fantasias perturbadoras que, "além de poderem provocar ansiedade, aumentam os níveis de excitação sexual", sublinhou numa conferência sobre sexualidade na capital mexicana.

Os níveis de dopamina elevam-se de forma mais rápida do que no sexo tradicional, pois a pornografia pode ser considerada como um estímulo "supernormal".

"Estes estímulos são aqueles que duplicam as causas que consideramos muitos atrativas", afirmou.Mas não apenas isso, acrescentou Wilson, "a pornografia de alta velocidade também permite controlar a dopamina com o rato do computador".

"Isto não o podíamos fazer nem com as revistas, nem com os encontros reais", indicou.

O cérebro experimenta assim dois processos gémeos, a sensibilização e a dessensibilização.

O primeiro permite elevar os níveis de dopamina, enquanto o segundo aumenta a tolerância, fazendo as pessoas dependentes de cada vez mais estímulos para obter prazer.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.