sicnot

Perfil

Mundo

Pai de noiva atingido por relâmpago durante discurso

Sabrina's Professional Photography

Os casamentos querem-se cheios de alegria e diversão. Contudo, no sábado, os convidados de uma cerimónia no Canadá foram surpreendidos por um momento que poderia ter acabado muito mal. O pai da noiva foi atingido por um raio durante o discurso. JP Nadeau sobreviveu para contar a história, sofrendo apenas ferimentos ligeiros.

O casal canadiense tinha-se casado há cerca de uma hora, numa cerimónia no pomar da família em Woodstock, New Brunswick, Canadá.

Segundo o The Guardian, nuvens começaram a manchar o céu no momento em que o pai de Gill Nadeau pegou no microfone para fazer o seu discurso.

"Eu disse: 'Adam, és um homem de sorte'", declarou JP Nadeau à rede pública de televisão do Canadá, CBC. "Assim que disse isso, os olhos da minha filha - ela estava a olhar para mim - abriram-se muito. Porque de repente um raio atingiu a zona mesmo atrás de mim."

O homem contou como olhou a tempo de ver a mão direita a iluminar-se. "Foi como se estivesse a segurar num relâmpago, foi incrível", disse JP Nadeau.

Sabrina's Professional Photography

"Tenho a certeza que saltei, porque senti um choque enorme. Mas depois estava bem e até continuei a discursar." Contudo, os convidados e os noivos pararam novamente o discurso, preocupados com o recente acontecimento.

De acordo com o pai da noiva, os presentes começaram a gritar para ele largar o microfone. "Eles pensaram que eu ia cair morto."

O casamento prosseguiu após perceberem que o pai da noiva estava bem.

Dias depois, JP Nadeau visitou um médico, que lhe disse que estava bem de saúde e que o relâmpago tinha sido apenas um susto.

  • Presidente da IPSS "O Sonho" garante que vai demitir-se
    0:57

    País

    A PJ de Setúbal fez esta sexta-feira buscas em três instituições de solidariedade social e em casas particulares ligadas à IPSS "O Sonho", por suspeitas de peculato de uso, fraude na obtenção de subsídios e falsificação de documentos. O presidente da associação nega as suspeitas e diz que está de "consciência tranquila". Florival Cardoso, que é o principal visado na investigação, fala sobre uma "caça às bruxas" e garante que vai demitir-se, porque considera que está a ser cometida uma "enorme injustiça".

  • "Situação humanitária dos civis em Ghouta é aterradora"
    0:49

    Mundo

    O enviado especial da ONU para a Síria lançou esta sexta-feira um novo apelo a um cessar-fogo. O responsável está particularmente preocupado com a situação da população civil e diz que é preciso evitar que se repita em Ghouta o que se passou em Alepo.

  • Instantes de uma noite de futebol europeu
    0:41
  • Não dá mais, Brasil!
    18:00