sicnot

Perfil

Mundo

Trump Jr. nega ter falado com pai sobre reunião com advogada russa

Mike Segar

O filho mais velho do Presidente norte-americano, Donald Trump Jr., garantiu na terça-feira que nunca falou ao pai do seu encontro com uma advogada russa, que teria informações comprometedoras sobre Hillary Clinton.

"Não. Não se passou nada. Não havia nada a dizer", declarou Trump Jr., durante uma entrevista à televisão Fox News.

O filho de Donald Trump reuniu-se com a advogada Natalia Veselnitskaya, a 9 de junho de 2016, na Torre Trump, depois de um intermediário lhe ter indicado que ela poderia transmitir informações negativas do Governo russo sobre a candidata democrata à Casa Branca.

Com Lusa

  • Filho de Trump diz que não foram reveladas informações sobre Hillary Clinton
    2:01

    Mundo

    O Senado norte-americano quer ouvir o filho mais velho de Donald Trump, sobre a recente polémica em torno da alegada ingerência russa nas presidenciais. O jornal The New York Times revela que, durante a campanha eleitoral, Donald Trump Júnior foi informado de que o Kremlin queria ajudar a candidatura presidencial do pai. O filho do Presidente norte-americano admite que se reuniu com a advogada russa mas que nada foi revelado sobre Hillary Clinton.

  • Filho de Trump divulga e-mails com proposta russa de informações sobre Clinton

    Mundo

    O filho mais velho de Donald Trump divulgou a série de e-mails para combinar o encontro em que lhe foram prometidas informações prejudiciais a Hillary Clinton, nos quais escreve: "Se é isso que diz, adoro". Donald Trump Júnior divulgou esta terça-feira na rede social Twitter as mensagens de correio eletrónico que trocou com Rob Goldstone, promotor musical, para combinar um encontro com a advogada russa Natalia Veselnitskaya, em junho de 2016, durante a campanha presidencial.

  • Governo russo estaria disponível para ajudar Trump nas eleições
    1:39

    Mundo

    A polémica em torno do encontro entre o filho mais velho de Donald Trump e uma advogada russa que prometeu revelar informações comprometedoras em relação a Hillary Clinton nas presidenciais norte-americanas, tem vindo a intensificar-se. De acordo com jornal The New York Times, antes da reunião Donald Trump Jr. foi informado que o Governo russo era uma fonte da advogada e que estaria disponível para ajudar o pai na campanha contra o Partido Democrata.

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.