sicnot

Perfil

Mundo

Voluntário morre após salvar baleia no Canadá

Joe Howlett morreu na segunda-feira ao salvar uma baleia que estava presa em redes de pesca. O pescador canadiano salvou mais de 20 baleias nos últimos 15 anos.

O voluntário canadiano dedicava-se a salvar baleias em vias de extinção na costa leste do Canadá.

Joe Howlett libertou uma baleia que estava presa em redes de pesca e momentos depois, foi brutalmente atingido pelo animal, de acordo com o jornal The Guardian.

O pescador da ilha de Campobello Island, New Brunswick, no Canadá, acabou por não resistir aos ferimentos.

"Eles tinham a baleia totalmente desembaraçada e depois, qualquer coisa estranha aconteceu e a baleia deu um enorme salto", contou Mackie Green, membro da equipa de resgate Campobello Whalede, ao The Guardian.

O Fundo Internacional para o Bem-Estar Animal (IFAW - International Fund for Animal Welfare) publicou um vídeo de Joe Howlett a resgatar uma baleia em 2016.

"Joe vai ser lembrado como um homem com grande sentido de humor e com um grande sorriso", garantiu a organização.

O Fundo Internacional para o Bem-Estar Animal lamentou a morte do pescador canadiado na rede social Twitter.

O voluntário Joe Howlett salvou 24 baleias nos últimos 15 anos.

"O Joe definitivamente não quer que paremos por causa deste acontecimento", disse o colega Mackie Green ao relembrar o espírito lutador do voluntário, com quem trabalhava desde 2002.

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC