Mundo

14 mortos em duplo atentado no norte dos Camarões

Stringer .

Pelo menos 14 pessoas morreram e 30 ficaram feridas na noite de quarta-feira num duplo atentado em Waza, no extremo norte dos Camarões, divulgou hoje um responsável da administração local.

O balanço dos ataques é de "16 mortos (14 civis e dois bombistas suicidas) e cerca de 30 feridos", disse o mesmo responsável, contactado por via telefónica pela France-Presse, sob condição de anonimato.

"A situação de alguns feridos é bastante grave", declarou, acrescentando ainda que muitos foram transferidos para a cidade de Mora.

A mesma fonte explicou que os dois bombistas suicidas entraram em restaurantes e bares, locais movimentados, e fizeram-se explodir às 22:30 (21:30 TMG).

"A cidade está bloqueada (pelas forças de segurança)" e "ninguém entra ou sai", afirmou.Na região do norte dos Camarões ocorrem com frequência ataques do grupo extremista Boko Haram.

A ameaça de violência atribuída ao grupo radical contribui para o aumento do isolamento da região, muito procurada pelos turistas no passado.

Em 2014, dez trabalhadores chineses foram sequestrados na cidade num ataque reivindicado pelo Boko Haram e saíram em liberdade após cinco meses de cativeiro.

Lusa

  • "Sou assim, genuíno e frontal". O resumo da entrevista de Bruno de Carvalho à SIC Notícias
    3:47
  • Terá mesmo valido a pena tomar óleo de fígado de bacalhau na infância?

    Mundo

    Os suplementos de ómega 3 não trazem grandes benefícios na prevenção de enfartes, acidente vascular cerebral (AVC) ou morte prematura, concluiu um estudo a pedido da Organização Mundial de Saúde (OMS). A geração que foi obrigada pelos pais a tomar óleo de fígado de bacalhau não está assim muito mais protegida destas doenças que as outras.

  • Rádio Escuta dá voz aos imigrantes que vivem em Lisboa
    4:02
  • Centenas de pessoas no funeral de João Semedo
    2:22
  • Quem é a nova líder da Sonae?
    2:16

    Economia

    Aos 49 anos, a filha mais nova de Belmiro de Azevedo é a nova líder do grupo Sonae. Quem a conhece diz que Cláudia Azevedo herdou o feitio do pai. Também não gosta de ouvir "não" e tem bom humor.