sicnot

Perfil

Mundo

Trump diz a May que só vai ao Reino Unido quando tiver uma boa receção

Stefan Wermuth / Reuters

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse à primeira-ministra britânica, Theresa May, que só irá ao Reino Unido quando for "mais bem recebido" e pediu-lhe para lhe garantir uma calorosa receção, noticiam hoje os media.

De acordo com o "The Sun on Sunday", que cita a transcrição do encontro entre os dois líderes durante a cimeira do G20, Trump confirmou o desejo de visitar o Reino Unido, aceitando o convite feito por May em janeiro, em Washington, mas só quando estiver garantida uma melhor receção.

"Não tenho tido uma grande cobertura por lá recentemente", disse Trump a May, referindo-se à cobertura noticiosa que os jornais britânicos têm feito da sua Presidência.

"Bom, já sabes como é a imprensa britânica", respondeu a líder do Governo inglês.

"Mesmo assim quero ir, mas não tenho pressa; ou seja, se conseguires resolver isso, isso tornaria as coisas muito mais fáceis; quando eu souber que tenho uma receção melhor, irei, mas não antes", explicou o Presidente à sua aliada britânica.

A visita de Trump, ainda sem data fechada, mas provavelmente antes do final do ano, suscitou uma chuva de críticas tanto da oposição política como dos cidadãos, que protagonizaram vários protestos contra a ida de Trump quando se soube do convite de May, feita em janeiro, em Washignton, para uma visita ao país.

Mais de dois milhões de pessoas assinaram uma petição na internet pelo cancelamento da visita de Estado - que implicaria Trump ser convidado pela rainha Isabel II com todas as honras, e vários deputados criticaram a possibilidade de Trump intervir no Parlamento.

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC