sicnot

Perfil

Mundo

Fortes incêndios levam à retirada de 40 mil pessoas no Canadá

(Arquivo)

Mike Eliason

Uma série de violentos incêndios na Colúmbia Britânica, Canadá, levaram as autoridades a retirar 40.000 pessoas das suas casas para centros de socorro, tendo sido decretado o estado de emergência.

O ministro da Segurança Pública Federal canadiano, Ralph Goodale, anunciou hoje que Otava (província de Ontário) estava a mobilizar aviões militares e a Austrália a enviar 50 bombeiros para o combate às chamas, tendo também sido deslocado para a zona afetada um grupo de elite de bombeiros da Nova Escócia.

O governante avisou que as expectativas é que haja um agravamento dos incêndios que obrigaram à evacuação de todos os 10.000 habitantes da cidade de Williams Lake, a seis horas de Vancôver.

Os ventos fortes que se fizeram sentir durante o fim de semana fizeram deflagrar um incêndio de grandes proporções perto da reserva índia de Ashcroft, que carbonizou cerca de 400 quilómetros quadrados a oeste da cidade de Kamloops (Colúmbia Britânica).

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15