sicnot

Perfil

Mundo

Jovem morre eletrocutada enquanto carregava o telemóvel

(Arquivo)

Kim Hong-Ji

Uma jovem de 14 anos do Novo México morreu eletrocutada no domingo, enquanto tomava banho. As autoridades concluíram a causa da morte, depois de serem encontrados um telemóvel, um carregador e uma ficha tripla junto ao corpo da jovem.

De acordo com a revista Time, Madison Coe estava a tomar um banho na casa do pai, no Novo México, quando morreu .

Ainda não se sabe ao certo o que terá causado o choque, mas a mãe contou que a jovem terá colocado o telemóvel à carga ou agarrado no aparelho quando já estava ligado à corrente.

A jovem foi encontrada pelo pai. "Ele bateu à porta e disse-lhe que estava na hora de sair do banho, e ela respondeu-lhe com um 'Ok'", disse Angela O'Guinn-Downs, citada pela revista norte-americana. "Ele voltou 20 minutos depois, mas ela não respondeu e ele entrou."

O médico legista ainda não se pronunciou quanto à causa da morte de Madinson Coe. Contudo, as autoridades avançaram que "as evidências iniciais mostram sinais consistentes de eletrocussão", de acordo com a KCBD.

Junto ao corpo da jovem, foram encontrados um telemóvel, um carregador e uma ficha tripla e, segundo a família, Madison Coe tinha ainda a mão queimada.

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21