sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 35 crianças morrem em três dias num hospital da Índia

Os pais de pelo menos 35 crianças que morreram nos últimos três dias, num hospital no norte da Índia, alegaram que houve falta de fornecimento de oxigénio na ala das crianças.

O juiz do distrito Rajiv Rautela negou que a falha no fornecimento de oxigénio tenha causado as mortes, acrescentando que as crianças morreram de causas naturais, em Gorakhpur, no estado de Uttar Pradesh.

Os pais das crianças, no entanto, disseram que o fornecimento de oxigénio para a enfermaria terminou na quinta-feira à noite e as famílias dos pacientes receberam balões de oxigénio manuais para ajudar as crianças a respirarem.

Rautela disse que o hospital devia 6,8 milhões de rupias (89,6 mil euros) à empresa que fornece o oxigénio.

Algumas das crianças estavam a fazer tratamentos para a encefalite, uma doença que ataca muito as crianças e os jovens subnutridos, sendo arrasadora durante o período das monções.

Lusa

  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.