sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 35 crianças morrem em três dias num hospital da Índia

Os pais de pelo menos 35 crianças que morreram nos últimos três dias, num hospital no norte da Índia, alegaram que houve falta de fornecimento de oxigénio na ala das crianças.

O juiz do distrito Rajiv Rautela negou que a falha no fornecimento de oxigénio tenha causado as mortes, acrescentando que as crianças morreram de causas naturais, em Gorakhpur, no estado de Uttar Pradesh.

Os pais das crianças, no entanto, disseram que o fornecimento de oxigénio para a enfermaria terminou na quinta-feira à noite e as famílias dos pacientes receberam balões de oxigénio manuais para ajudar as crianças a respirarem.

Rautela disse que o hospital devia 6,8 milhões de rupias (89,6 mil euros) à empresa que fornece o oxigénio.

Algumas das crianças estavam a fazer tratamentos para a encefalite, uma doença que ataca muito as crianças e os jovens subnutridos, sendo arrasadora durante o período das monções.

Lusa

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.