sicnot

Perfil

Mundo

Três mortos e vários feridos em atropelamento em manifestação da extrema-direita nos EUA

Justin Ide / Reuters

Um carro abalroou este sábado um grupo de pessoas em Charlottesville, Estados Unidos, onde foram registados violentos confrontos durante uma marcha supremacista branca, provocando três mortos e vários feridos, informou Maurice Jones, responsável municipal em conferência de imprensa.

Um vídeo amador divulgado nas redes sociais mostra um carro de cor escura que bate de forma violenta na parte traseira de um outro veículo e que faz depois uma manobra em sentido inverso, contra as pessoas.

O presidente da câmara Mike Signer escreveu uma mensagem no Twitter a dar conta de um morto.

"Estou devastado porque uma vida foi perdida aqui. Peço a todas as pessoas de boa vontade que se dirijam para casa", escreveu o presidente da câmara, acrescentando que os vários feridos têm diversos graus de gravidade.

Este incidente ocorreu cerca de duas horas após os confrontos violentos que envolveram hoje apoiantes de um protesto nacionalista, organizado no centro daquela cidade do Estado da Virginia, e pessoas que contestavam essa mesma manifestação.

O blogger de direita Jason Kessler planeou aquilo a que chamou "marcha pró-branca" para contestar a decisão de Charlottesville de remover a estátua do general Robert E. Lee de um parque no centro da cidade.

O governador da Virginia declarou o estado de emergência em resposta a este protesto e, através da sua conta na rede social Twitter, disse que tomou tal decisão para "ajudar o Estado a responder à violência" na marcha de Charlottesville, a cerca de 160 quilómetros de Washington. Já na sexta-feira à noite tinha havido confrontos quando centenas de brancos nacionalistas marcharam no campus da Universidade da Virginia com tochas.

1 / 17

Joshua Roberts / Reuters

2 / 17

Joshua Roberts / Reuters

3 / 17

Joshua Roberts

4 / 17

Joshua Roberts

5 / 17

Joshua Roberts

6 / 17

Joshua Roberts

7 / 17

Joshua Roberts

8 / 17

Joshua Roberts

9 / 17

Joshua Roberts

10 / 17

Joshua Roberts

11 / 17

Joshua Roberts

12 / 17

Joshua Roberts

13 / 17

Joshua Roberts

14 / 17

Joshua Roberts

15 / 17

Joshua Roberts

16 / 17

Joshua Roberts

17 / 17

Joshua Roberts

  • O tempo para hoje
    0:57

    País

    O Instituto do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje chuva fraca a norte do sistema Montejunto-Estrela com subidada temperatura mínima. Céu muito nublado ou encoberto, apresentando-se em geral pouco nublado no Baixo Alentejo e no Algarve até meio da manhã. Períodos de chuva fraca ou chuvisco nas regiões a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela, mais frequentes no Minho e Douro Litoral e a partir da tarde.

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.