sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 45 mortos em deslizamento de terras causado pelas chuvas na Índia

Jayanta Dey

Pelo menos 45 pessoas morreram e um número indeterminado está desaparecido devido a um deslizamento de terras provocado pelas chuvas das monções na Índia, de acordo com o último balanço oficial, adiantou a AFP.

O incidente ocorreu às 04:20 horas locais (23:20 de sábado em Lisboa), quando uma avalancha de lodo enterrou o autocarro e pelo menos dois carros que circulavam numa estrada do distrito de Mandi, no estado indiano de Himachal Pradesh, informou à agência de notícias espanhola EFE a polícia local.

"Foram recuperados sete corpos e resgatados cinco feridos até ao momento", disse o porta-voz da Força de Resposta de Desastres Nacionais da Índia, Anil Shekhawat.

A operação de resgate das vítimas continua e foram mobilizados efetivos do Exército, da polícia e elementos da Força de Resposta de Desastres Nacionais da Índia, de acordo com o porta-voz.

O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, lamentou o incidente e enviou as condolências às famílias dos mortos através de uma mensagem publicada na sua conta no Twitter.

Os deslizamentos de terras e as inundações são frequentes na Índia, sobretudo na época estival, quando as precipitações se intensificam devido às monções.

Lusa

  • Pelo menos seis mortos em descarrilamento nos EUA

    Mundo

    Pelo menos seis pessoas morreram na sequência do descarrilamento de um comboio de passageiros, ocorrido esta segunda-feira perto da cidade norte-americana de Seattle, estado de Washington, referiu um responsável norte-americano citado pela agência noticiosa norte-americana Associated Press.

  • Comissão de trabalhadores da Autoeuropa vai entregar contraproposta
    1:39

    Economia

    A Autoeuropa vai parar entre o Natal e o Ano Novo por falta de peças para a produção. O anúncio foi feito esta segunda-feira, no dia em que foram retomadas as negociações sobre os novos horários de trabalho na fábrica de Palmela. Ainda não está nada decidido, mas a Comissão de Trabalhadores vai preparar uma contraproposta para entregar à administração que, na semana passada, impôs de forma unilateral o trabalho ao sábado.