Mundo

Autarquia de Bilbau aconselha consumidores de cocaína a "esmagarem bem a linha"

O município de Bilbau, no norte de Espanha, desencadeou uma grande polémica ao decidir distribuir folhetos para informar os toxicómanos como deviam 'snifar' a cocaína, numa campanha que acabou por ser parcialmente cancelada.

"Esmaga bem a tua linha" ("Pica bien tu raya") e "Não partilhes o teu rolo" ("Rula con tu rulo") são algumas das mensagens que se podem ler nos cartões, idênticos aos cartões de crédito, que são distribuídos aos potenciais consumidores de cocaína nos postos de informação da autarquia sobre drogas e sexualidade.

O município referiu que pretendia explicar aos consumidores de cocaína que devem esmagar bem a droga antes de a 'snifarem' para evitar "danos nas fossas nasais" e cada um também deve usar o seu "rolo" (ou nota) para reduzir a ocorrência de contágios de qualquer enfermidade.

"O nosso objetivo não é a promoção do consumo, mas se isso for feito que seja um consumo seguro, responsável e minimizando os riscos e danos para a saúde", disse a responsável da autarquia pela área da saúde, citada hoje pela imprensa local.

A socialista Yolanda Díez insiste que se pretende "minimizar os malefícios" entre aqueles que estão decididos a consumir algum estupefaciente.A campanha foi suspensa hoje depois da controvérsia lançada nas redes sociais e das críticas de várias associações e pelo menos um partido político."É uma verdadeira parvoíce dar uma espécie de 'kit' de consumo com um slogan tão leviano e frívolo ", indignava-se na terça-feira o Partido Popular (direita) numa declaração, onde sublinhava ainda que se estava a banalizar a utilização desta droga.

A autarquia deixou hoje de fornecer o material aos consumidores de droga, mas vai manter um ponto de informação móvel nos sábados à noite nas zonas de diversão dos mais jovens.Segundo dados do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência referentes a 2015, 9,1 % dos espanhóis entre a idade de 15 e 64 anos declararam ter consumido cocaína pelo menos uma fez na vida, a segunda maior taxa na União Europeia.

  • Marcelo assinala "passos importantes" na Cimeira da CPLP
    2:16
  • Manuel Pinho quer que inquérito do caso EDP seja atribuído a outros procuradores
    2:53

    País

    Manuel Pinho quer que o inquérito do caso EDP seja atribuído a outros procuradores. Numa carta enviada ao diretor do Departamento Central de Investigação e Ação Penal, a defesa do ex-ministro da Economia acusa os magistrados de imparcialidade, realçando como os procuradores do inquérito inviabilizaram as datas alternativas apresentadas pelo advogado.

  • "Os Maias" deixam de ser leitura obrigatória no secundário

    País

    Obras como "Os Maias" e "A Ilustre Casa de Ramires", de Eça de Queirós, vão deixar de ser de leitura obrigatória no ensino secundário a partir do próximo ano letivo. Os alunos deixam de ter indicação de uma obra específica para ler, passando o professor a escolher livremente uma obra de cada autor. O objetivo é fazer face aos programas extensos.

  • Santana diz que a concorrência é livre
    0:52

    País

    Santana Lopes sublinha que quer causar o menor dano possível ao PSD com a criação de um novo partido. O antigo primeiro-ministro diz no entanto que, apesar disso, a concorrência é livre. Isto depois de um estudo feito pela Eurosondagem mostrar que 4,8% dos inquiridos votaria num novo partido de Santana Lopes. O político diz que o número é inspirador, mas não adianta certezas sobre os próximos passos.

  • "Eu disse 'seria' quando queria dizer 'não seria'"
    1:34