sicnot

Perfil

Mundo

Detenções no Reino Unido relacionadas com terrorismo atingem número recorde

Hannah Mckay

As autoridades do Reino Unido efetuaram 379 detenções por terrorismo nos 12 meses terminados em junho, um aumento de 68% e o valor mais alto desde 2011, quando começaram estes registos, anunciou hoje o Ministério do Interior.

De acordo com os números citados pela agência de notícias espanhola Efe, 14% dos detidos são mulheres, o que também representa um recorde.

Deste total, várias detenções estão relacionadas com os ataques terroristas perpetrados nas cidades de Londres e Manchester.

O atentado de 22 de março na ponte de Westminster, em Londres, matou cinco pessoas e levou à detenção de 12 pessoas, o de maio após um concerto em Manchester fez 22 mortos e originou 23 detenções, enquanto o de 03 de junho na ponte de Londres e no mercado londrino de Borough provocou oito mortos e 21 detenções.

As forças policiais e o MI5, os serviços de inteligência britânicos, têm abertas cerca de 500 investigações sobre mais de 3.000 pessoas, enquanto outras 20 mil estão classificadas como "pessoas de interesse" e são, por isso, vigiadas.

Desde 2013, as autoridades já abortaram 19 atentados terroristas, seis dos quais desde o ataque a Westminster, em março.

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.

  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.