Mundo

IgNobel, a versão bem-humorada dos Prémios Nobel

IgNobel, a versão bem-humorada dos Prémios Nobel

Os prémios IgNobel, que são uma espécie de versão bem humorada dos Nobel, foram entregues nos Estados Unidos. O cientista francês Marc-Antoine Fardin explicou uma das teorias premiadas.

Investigadores e cientistas de todo o mundo reuniram-se no Teatro Sanders da Universidade de Harvard, nos EUA, para a 27.ª edição dos Prémios IgNobel.

O IgNobel da Física foi entregue a um estudo que sustenta que os gatos podem estar em estado sólido, mas também em estado líquido.

A tese é sustentada pelas centenas ou milhares de fotografias que circulam na internet com gatos dentro de recipientes.

O igNobel da Economia foi entregue a um grupo de cientistas que realizou uma experiência para perceber como é que o contacto com crocodilos pode afetar a vontade de uma pessoa jogar.

A descoberta de uma tecnologia extremamente avançada para medir o desagrado de uma pessoa ao queijo conquistou o IgNobel da Medicina.

  • Anticiclone dos Açores afasta o verão de Portugal
    1:46

    País

    O verão vai continuar ameno em Portugal e, no início da próxima semana, as temperaturas máximas vão mesmo descer. Um cenário bem diferente do do norte da Europa, onde são as ondas de calor que estão a preocupar as autoridades. 

  • Ryanair prevê cancelamento de 50 voos diários em Portugal
    2:10

    Economia

    A Ryanair vai cancelar até 50 voos em Portugal durante os dois dias de greve, na próxima semana. A companhia irlandesa garante que já contactou 90% dos clientes com viagens marcadas de e para o país, que podem agora pedir o reembolso ou reagendar os voos.

  • Volta ao Mundo em Arroios
    18:46
  • Sócrates defende Pinho e critica Parlamento

    País

    José Sócrates saiu em defesa do seu antigo ministro da Economia, Manuel Pinho. Num artigo de opinião publicado no Expresso, o ex-primeiro-ministro aponta o dedo ao presidente do PSD e ao líder parlamentar do PS.

  • PP espanhol elege o líder mais jovem de sempre

    Mundo

    O novo presidente do Partido Popular (PP) espanhol, Pablo Casado, com 37 anos, é o líder mais jovem que este partido já teve na sua curta história, sendo visto por muitos como defensor da ala mais conservadora e tradicional.