Mundo

EUA podem causar "escalada inaceitável" de tensão com a Coreia do Norte

O ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Serguei Lavrov.

Stephanie Keith

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, advertiu esta segunda-feira o seu homólogo norte-americano, Rex Tillerson, de que Washington está a arriscar-se a provocar "uma escalada inaceitável" da tensão com a Coreia do Norte.

Numa conversa telefónica com o secretário de Estado norte-americano, Lavrov considerou "inaceitável uma escalada da tensão na península coreana, à qual estão a levar os preparativos militares norte-americanos na região", segundo um comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo.

Lavrov instou a uma resolução das divergências "exclusivamente por meios diplomáticos".

No sábado, o Presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou que os esforços diplomáticos realizados em relação à Coreia do Norte tinham sempre fracassado.

"Lamento, mas só uma coisa funcionará", acrescentou, sem precisar qual.

Há uma semana, Trump indicou, numa mensagem na rede social Twitter, ter dito a Rex Tillerson que "estava a perder o seu tempo a negociar", depois de o chefe da diplomacia norte-americana ter confirmado a existência de contactos entre Washington e Pyongyang.

Os Estados Unidos e a Coreia do Sul realizaram em setembro exercícios militares perto da fronteira fortemente armada da Coreia do Norte.

A China propôs um plano, apoiado pela Rússia, que previa a suspensão do programa de armamento nuclear do regime norte-coreano em troca do fim das manobras militares norte-americanas na região.

Em setembro, na Assembleia-Geral da ONU, Trump ameaçou "destruir totalmente" a Coreia do Norte no caso de Kim Jong-Un atacar território dos Estados Unidos.

Lusa

  • "Eu disse 'seria' quando queria dizer 'não seria'"
    1:34
  • "Não deveria ter aceitado jogar naquela final"
    1:40

    Desporto

    Jorge Jesus abordou os incidentes de Alcochete e da final da Taça de Portugal, pela primeira vez. Em entrevista à Bola TV, o treinador português, agora no Al Hilal da Arábia Saudita, falou do medo que viveu naqueles momentos. Jorge Jesus disse também que não fecha a porta a nenhum clube em Portugal.

  • Santana diz que a concorrência é livre
    0:52

    País

    Santana Lopes sublinha que quer causar o menor dano possível ao PSD com a criação de um novo partido. O antigo primeiro-ministro diz no entanto que, apesar disso, a concorrência é livre. Isto depois de um estudo feito pela Eurosondagem mostrar que 4,8% dos inquiridos votaria num novo partido de Santana Lopes. O político diz que o número é inspirador, mas não adianta certezas sobre os próximos passos.

  • Marcelo volta a levantar dúvidas sobre 2.º mandato
    2:11
  • Marcelo acredita na livre circulação no espaço da CPLP
    0:45

    País

    O Presidente da República que avançar na proposta da mobilidade de cidadãos no espaço da CPLP. Na noite de terça-feira, no discurso que fez na abertura da Cimeira de Cabo Verde, Marcelo não esqueceu as mudanças no sentido da democracia e valores que se concretizaram desde a última cimeira, em Brasília, há dois anos.

  • Veleiro preso em cabos elétricos na Ria de Aveiro
    1:39

    País

    O mastro de um veleiro embateu e ficou preso num cabo elétrico. O incidente, sem consequências para a tripulação de nacionalidade dinamarquesa ocorreu, ao fim da tarde de terça-feira, na ria de Aveiro.