Mundo

Quatro navios suspeitos de violar sanções "proibidos de aportarem" pela ONU

O comité de acompanhamento das sanções da ONU à Coreia do Norte identificou "quatro navios" que foram "proibidos de aportarem" no mundo, uma decisão inédita, anunciou esta segunda-feira Hugh Griffiths, coordenador dos peritos responsáveis pelo 'dossier' norte-coreano.

"É a primeira vez na história das Nações Unidas que navios, identificados como transportando mercadorias banidas pelas resoluções da ONU, são proibidos de aportarem", sublinhou, após uma reunião pública perante diversos jornalistas, referiu a agência noticiosa France-Presse.

Em 11 de setembro, o Conselho de Segurança da ONU aprovou, por unanimidade, um novo conjunto de sanções contra a Coreia do Norte, em resposta ao último lançamento de um míssil norte-coreano que sobrevoou o território do Japão.

Lusa

  • "Eu disse 'seria' quando queria dizer 'não seria'"
    1:34
  • "Não deveria ter aceitado jogar naquela final"
    1:40

    Desporto

    Jorge Jesus abordou os incidentes de Alcochete e da final da Taça de Portugal, pela primeira vez. Em entrevista à Bola TV, o treinador português, agora no Al Hilal da Arábia Saudita, falou do medo que viveu naqueles momentos. Jorge Jesus disse também que não fecha a porta a nenhum clube em Portugal.

  • Santana diz que a concorrência é livre
    0:52

    País

    Santana Lopes sublinha que quer causar o menor dano possível ao PSD com a criação de um novo partido. O antigo primeiro-ministro diz no entanto que, apesar disso, a concorrência é livre. Isto depois de um estudo feito pela Eurosondagem mostrar que 4,8% dos inquiridos votaria num novo partido de Santana Lopes. O político diz que o número é inspirador, mas não adianta certezas sobre os próximos passos.

  • Marcelo volta a levantar dúvidas sobre 2.º mandato
    2:11
  • Marcelo acredita na livre circulação no espaço da CPLP
    0:45

    País

    O Presidente da República que avançar na proposta da mobilidade de cidadãos no espaço da CPLP. Na noite de terça-feira, no discurso que fez na abertura da Cimeira de Cabo Verde, Marcelo não esqueceu as mudanças no sentido da democracia e valores que se concretizaram desde a última cimeira, em Brasília, há dois anos.

  • Veleiro preso em cabos elétricos na Ria de Aveiro
    1:39

    País

    O mastro de um veleiro embateu e ficou preso num cabo elétrico. O incidente, sem consequências para a tripulação de nacionalidade dinamarquesa ocorreu, ao fim da tarde de terça-feira, na ria de Aveiro.