sicnot

Perfil

Mundo

Ex-líder da extrema-direita alemã funda um novo partido

Fabrizio Bensch

A antiga presidente da Alternativa para a Alemanha (AfD), partido da extrema-direita alemã que abandonou após o sucesso deste nas eleições legislativas, anunciou esta quinta-feira a criação de uma nova formação, o Partido Azul.

"Veremos a que política os eleitores vão dar os seus votos em 2019 no Saxe e mais tarde em 2021 nas eleições legislativas", declarou Frauke Petry em entrevista ao grupo de jornais regionais Redaktionsnetzwerk.

A partir de novembro, pretende desencadear uma série de reuniões públicas em particular no seu bastião do Saxe, e de seguida no conjunto da Alemanha.

Eleita deputada nacional nas legislativas de 24 de setembro pela AfD, Petry abandonou o partido que codirigia no dia seguinte, para denunciar uma deriva política e uma radicalização ilustrada por declarações muito controversas sobre os crimes nazis e os muçulmanos.

A sua deserção surpresa da AfD ilustra as rivalidades internas permanentes num movimento criado em 2013 e que está dividido entre uma corrente nacional-liberal, em perda de velocidade, e uma outra, identitária e extremista, que parece ter ganho supremacia interna no decurso das eleições legislativas.

A AfD tornou-se no primeiro movimento de extrema-direita a entrar no Bundestag (parlamento) com 13% dos votos, tornando-se no terceiro partido no hemiciclo.

Lusa

  • Segurança da Academia de Alcochete avisado 10 minutos antes do ataque
    1:57
  • "Não acho que seja prudente" o regresso dos atletas à Academia do Sporting
    5:49

    Crise no Sporting

    As agressões aos jogadores e equipa técnica do Sporting, na Academia de Alcochete, foram o tema de uma entrevista a Ana Bispo Ramires, psicologa do desporto. Questionada sobre se os jogadores deveriam regressar ou não à academia, Ana Bispo Ramires diz que não devem fazê-lo e explica que é importante que haja medidas de atuação, o mais rápido possível, para que os atletas e restante equipa técnica do clube possam reprocessar, do ponto de vista cognitivo, as ameaças que sofreram. 

  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC