sicnot

Perfil

Mundo

Talibãs libertam família norte-americana raptada há 5 anos

Uma família norte-americana raptada em 2012 por talibãs afegãos foi agora libertada. Um casal e os três filhos voltaram a poder saborear a liberdade.

A família, que vivia no estado norte-americano da Pensilvânia, foi raptada durante uma viagem ao Afeganistão, num momento em que faziam as malas e preparavam o regresso.

A norte-americana Caitlan Coleman e o marido canadiano Joshua Boyle tinham dois filhos no momento do rapto. Caitlan, na altura grávida, acabou por ter o terceiro enquanto a família estava em cativeiro.

Segundo a BBC, que cita o exército paquistanês, a operação de resgate aconteceu depois de ter surgido uma pista durante uma operação junto à fronteira com o Afeganistão.

Caitlan Coleman, Joshua Boyle e um dos filhos do casal.

Caitlan Coleman, Joshua Boyle e um dos filhos do casal.

YouTube

Numa curta declaração, o Presidente norte-americano agradeceu ao Governo e ao exército paquistaneses, referindo que o Paquistão e vários outros países "voltaram a respeitar os Estados Unidos".

O Presidente dos EUA, Donald Trump.

O Presidente dos EUA, Donald Trump.

Kevin Lamarque

Donald Trump revelou também que a família tinha sido raptada pela rede Haqqani, um grupo terrorista com ligação aos talibãs.

O Governo canadiano também reagiu. A ministra dos Negócios Estrangeiros, Chrystia Freeland, refere que o Executivo está "bastante aliviado" pela família ter sido resgatada, sã e salva.

A ministra dos Negócios Estrangeiros do Canadá, Chrystia Freeland.

A ministra dos Negócios Estrangeiros do Canadá, Chrystia Freeland.

Edgard Garrido

Um vídeo divulgado em janeiro mostra o casal e um dos filhos, com Joshua Boyle a revelar que tinha recebido uma carta da família e a manifestar esperança de que "tudo se resolva o mais rapidamente possível".

A BBC refere que os serviços de informação norte-americanos estavam a acompanhar a situação da família no Afeganistão, que seguiu, em outubro do ano passado, para o Paquistão.

  • Segurança da Academia de Alcochete avisado 10 minutos antes do ataque
    1:57
  • "Não acho que seja prudente" o regresso dos atletas à Academia do Sporting
    5:49

    Crise no Sporting

    As agressões aos jogadores e equipa técnica do Sporting, na Academia de Alcochete, foram o tema de uma entrevista a Ana Bispo Ramires, psicologa do desporto. Questionada sobre se os jogadores deveriam regressar ou não à academia, Ana Bispo Ramires diz que não devem fazê-lo e explica que é importante que haja medidas de atuação, o mais rápido possível, para que os atletas e restante equipa técnica do clube possam reprocessar, do ponto de vista cognitivo, as ameaças que sofreram. 

  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC