sicnot

Perfil

Mundo

Personalidade do Ano: Time homenageia pessoas que denunciaram casos de abusos e assédio sexual

O movimento que denunciou milhares de casos casos de assédio sexual e até abusos ou agressões em todo o mundo foi escolhido como "Personalidade do Ano" pela revista norte-americana Time.

Última atualização às 13:21

A Time chama-lhe as (ou os) "Quebra-Silêncio". Foi identificado nas redes sociais por #MeToo (ou "Eu Também") e usado por milhares de vítimas para se associarem a uma queixa que até agora não tinham tido coragem de assumir.

O movimento começou com a denúncia da atriz Ashley Judd, que revelou ter sido assediada pelo realizador Harvey Weinstein. Outras figuras públicas associaram-se e poucos dias depois já eram conhecidos milhares de casos por todo o mundo.

"Esta foi a mudança social mais rápida a que assistimos nas últimas décidas e começou com atos de coragem individuais de centenas de mulheres - e de alguns homens também - que se chegaram à frente e contaram as suas próprias histórias", anunciou o editor chefe da publicação norte-americana.

  • Paris afetada por praga de ratos
    1:03