Mundo

Israel destaca reforços militares na Cisjordânia após anúncio de Trump

Mohamad Torokman

O exército israelita anunciou hoje que vai destacar forças suplementares na Cisjordânia, território palestiniano ocupado, após a decisão do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

Um porta-voz do exército israelita indicou que os batalhões adicionais vão ser enviados para a Cisjordânia, e que outras forças estarão prontas para intervir, depois de o controverso anúncio de Donald Trump ter levantado receios de uma onda de violência. O exército israelita não referiu, porém, o número de efetivos em causa.

O movimento islâmico Hamas incitou também hoje a uma nova revolta popular palestiniana.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu, na quarta-feira, Jerusalém como capital de Israel, tornando-se no único país do mundo a tomar essa decisão, que representa uma rutura com décadas de neutralidade da diplomacia norte-americana no âmbito do dossiê israelo-palestiniano.

Nesse sentido, ordenou a transferência da embaixada norte-americana de Telavive para Israel, uma posição que desencadeou uma série de críticas da comunidade internacional e fez disparar a tensão na região.

Lusa

  • Hamas apela a uma nova Intifada

    Mundo

    O movimento islâmico Hamas incitou hoje a uma nova revolta popular palestiniana contra a decisão do Presidente norte-americano, Donald Trump, que reconheceu Jerusalém como a capital de Israel.

  • Irão diz que decisão de Trump pode provocar uma nova intifada
    2:16

    Mundo

    O Presidente da autoridade palestiniana anunciou que nos próximos dias vai reunir-se com todas as fações para preparar uma resposta à decisão de Donald Trump, que esta quarta-feira reconheceu Jerusalém como a capital de Israel. Já o Irão diz que a decisão dos Estados Unidos pode provocar uma nova intifada ou uma revolta palestiniana. O anúncio foi o rastilho de muitos protestos, sobretudo no mundo árabe. Na Turquia, centenas de pessoas juntaram-se nas ruas de Istambul e de Ancara.

  • Donald Trump promete lutar contra "os inimigos" de Israel
    2:46

    Mundo

    O Presidente norte-americano sempre manifestou apoio a Israel. Ainda enquanto candidato à presidência, Donald Trump deixava a promessa de tudo fazer para lutar contra "os inimigos" de Israel e chegou mesmo a defender o país nas Nações Unidas, em setembro. Esta quarta-feira, reconheceu Jerusalém como capital da Israel.

  • Sabe que pode estar a pagar 100€ a mais na fatura do gás?
    2:29

    Economia

    A maior parte das empresas fornecedoras de gás continua a cobrar aos clientes a taxa de ocupação do subsolo ao clientes, apesar da lei dizer que deve ser paga pelas empresas desde janeiro de 2017. Cada Câmara Municipal cobra o que entende e há autarquias que não cobram nada. Em alguns casos podemos estar a falar de mais de 8 euros por mês, ou seja, mais de 100 euros por ano.

  • Jorge Jesus já pode falar sobre o Sporting
    2:27

    Desporto

    No Sporting, Battaglia e Bas Dost podem estar de regresso ao clube de Alvalade, depois de terem rescindido contrato. Outra das notícias do dia é o fim da cláusula de confidencialidade que não permitia a Jorge Jesus falar sobre o tempo passado no clube.

  • As técnicas e o currículo polémico do Dr. Bumbum
    2:10

    Mundo

    Uma mulher morreu após uma operação aos glúteos, feita na casa de um cirurgião plástico conhecido no Brasil por Dr. Bumbum. Depois de quatro dias em fuga, o homem entregou-se às autoridades. O médico operava as mulheres em casa e no currículo tem um curso que não acabou e pós-graduações que não são reconhecidas.

  • "A bebedeira passa, o resto não!"
    2:48
  • "Não tenho casa, não tenho família, não sei para onde ir"
    0:15