Mundo

"Também tenho um botão nuclear, muito maior e mais poderoso"

O Presidente dos Estados Unidos reagiu às declarações do líder da Coreia do Norte. Na sua mensagem de Ano Novo, Kim Jong-un afirmou: "O botão nuclear continua na minha secretária. Não se trata de uma chantagem, mas da realidade". Donald Trump respondeu esta terça-feira, no Twitter, com mais uma declaração polémica: "Eu também tenho um botão nuclear, mas é muito maior e mais poderoso que o dele. E o meu botão funciona".

"O líder norte-coreano Kim Jong-un disse que o botão nuclear continua na sua secretária. Alguém do seu regime abatido e faminto pode avisá-lo de que eu também tenho um botão nuclear, mas que o meu é muito maior e mais poderoso do que o dele. E o meu botão funciona!", escreveu Trump no Twitter.

O líder Kim Jong-un anunciou no discurso anual à nação, que a Coreia do Norte completou o programa nuclear em 2017 e que os EUA devem reconhecer esta realidade.

"Os Estados Unidos devem estar cientes de que as armas nucleares do país são agora uma realidade e não uma ameaça", sublinhou o "número um" norte-coreano na mensagem de Ano Novo.

"O botão nuclear continua na minha secretária. Não se trata de uma chantagem, mas da realidade", declarou Kim, repetindo que a Coreia do Norte era, a partir dessa altura, uma potência nuclear capaz de alcançar todo o território dos Estados Unidos.

O líder norte-coreano declarou também que o seu país vai aumentar a produção de ogivas nucleares e de mísseis e "acelerar o seu posicionamento".

  • Mergulhador britânico pondera processar Elon Musk por este o ter chamado "pedófilo"

    Mundo

    Elon Musk corre o risco de ser processado por um mergulhador britânico depois de o chamar "pedófilo" na rede social Twitter. O insulto foi feito no domingo, depois Vernon Unsworth, um dos mergulhadores que participou nas operações de resgate na Tailândia, ter acusado Musk de estar a promover um "golpe publicitário" ao oferecer um submarino para o resgate.