sicnot

Perfil

Mundo

Mayor de Londres certo de que Trump seria recebido com protestos

O presidente da Câmara de Londres, Sadiq Khan, congratulou-se hoje com o cancelamento da visita do Presidente norte-americano, Donald Trump, à cidade, porque, "sem dúvida, teria sido recebido com protestos maciços".

"Parece que o Presidente Trump recebeu a mensagem dos muitos londrinos que amam e admiram os Estados Unidos e os norte-americanos, mas que pensam que as suas políticas e ações são o oposto dos valores da nossa cidade de inclusão, diversidade e tolerância", disse Khan.

"A sua visita, no próximo mês, teria sem dúvida sido recebida com protestos pacíficos maciços. Isso só reforça o erro que foi [a primeira-ministra] Theresa May ter-se precipitado a fazer o convite", acrescentou.

Presidente da Câmara de Londres, Sadiq Khan

Presidente da Câmara de Londres, Sadiq Khan

Matthew Childs/ Reuters

May foi dos primeiros dirigentes mundiais a reunir-se com Trump depois de ser eleito Presidente dos Estados Unidos e, na ocasião, propôs-lhe uma visita de Estado ao Reino Unido.

A visita que Trump cancelou na quinta-feira não era, contudo, essa visita de Estado, ainda sem data, mas uma visita oficial, em fevereiro, para inaugurar a nova embaixada dos Estados Unidos em Londres.

No Twitter, Trump afirmou que suspendeu a sua viagem porque o seu antecessor, Barack Obama, fez um mau negócio ao vender a embaixada norte-americana em Londres.

A nova embaixada dos EUA em Londres foi desenhada por um atelier de Seatle, nos EUA, contratado pelo anterior Presidente Barack Obama.

A nova embaixada dos EUA em Londres foi desenhada por um atelier de Seatle, nos EUA, contratado pelo anterior Presidente Barack Obama.

Peter Nicholls

"A razão pela qual cancelei a minha viagem a Londres é a de que não sou grande fã [do facto] de a administração Obama ter vendido a embaixada provavelmente melhor e mais bem localizada em Londres por uma ninharia para construir uma nova, mal situada, por 1,2 milhões de dólares. Mau negócio. Querem que eu corte a fita. Não!", escreveu.

Construção de nova embaixada decidida por George W. Bush

A decisão de construir uma nova embaixada em Londres não foi tomada por Barack Obama (2009-2017), mas por George W. Bush (2001-2009), em 2008, segundo noticiou então a imprensa.

O jornal britânico The Guardian noticiou, citando fontes governamentais, que Donald Trump decidiu cancelar a visita a Londres por receio de ser recebido com grandes protestos.

Lusa

  • Donald Trump cancela visita a Londres por não ser "fã" da nova embaixada

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos anunciou hoje ter cancelado uma visita que tinha previsto realizar, no início deste ano, ao Reino Unido para inaugurar a nova embaixada norte-americana em Londres. A obra que deverá rondar os mil milhões de euros já está entre as mais caras embaixadas dos EUA jamais construídas e foi adjudicada pelo ex-Presidente dos EUA, Barack Obama.

  • Explosão em restaurante no Canadá causa pelo menos 15 feridos, 3 graves
    0:56

    Mundo

    Pelo menos 15 pessoas ficaram feridas numa explosão em Mississauga, Ontário, no Canadá. Três vítimas estão em estado grave. Os feridos foram levados para vários hospitais da zona. De acordo com as autoridades, a explosão foi causada por dois homens, com cerca de 20 anos, num restaurante indiano, que fugiram do local depois do ataque. A zona foi evacuada e a polícia está a investigar o caso.

    Em atualização

  • Congresso do PS começa hoje na Batalha

    País

    O 22.º Congresso do PS começa hoje, na Batalha, distrito de Leiria, e durante o qual o secretário-geral, António Costa, deverá defender uma linha de continuidade estratégica, procurando, em simultâneo, projetar desafios estruturais que se colocam ao país.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • Juiz impede acesso a informações bancárias e e-mails de António Mexia
    1:50

    País

    No inquérito crime que investiga a EDP, continua um braço de ferro entre o Ministério Público e o juiz de instrução. O magistrado voltou a negar o acesso a informações bancárias e a e-mails de António Mexia, que constavam dos processos da Operação Marquês e do universo Espírito Santo.

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula
    3:30
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC