sicnot

Perfil

Mundo

Cientistas criaram um novo tipo de "pele eletrónica"

Cientistas nos Estados Unidos criaram um novo tipo de "pele eletrónica" totalmente reciclável com aplicações na medicina ou robótica. A "pele" consiste num polímero que contem nanopartículas de prata, que lhe conferem força, estabilidade química e condutividade elétrica.

Sensores embutidos medem a pressão, temperatura, humidade e fluxo do ar.

"O que é único é que a composição química do polímero que usamos permite à 'e-pele' ser auto-regeneradora e completamente reciclável", afirmou o investigador Jianliang Xiao, da universidade do Colorado, autor do estudo publicado no boletim científico Science Advances.

Outra vantagem da pele eletrónica é que pode adaptar-se a superfícies curvas, como braços humanos ou mãos robóticas.

Quando se quer reciclá-la, é mergulhada numa solução que decompõe o polímero em elementos mais essenciais que são solúveis em etanol, deixando as partículas de prata no fundo da solução.

Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07