sicnot

Perfil

Mundo

Ivanka Trump termina visita à Coreia do Sul sem se reunir com Pyongyang

Ivanka Trump na cerimónia de fecho dos jogos Olímpicos.

POOL New

Ivanka Trump, filha e assessora do Presidente norte-americano, terminou hoje a sua viagem à Coreia do Sul sem se reunir com a delegação norte-coreana que se deslocou ao encerramento dos Jogos Olímpicos de PyeongChang.

Ivanka disse que se tratou de uma "primeira visita fantástica" à Coreia do Sul e agradeceu o "simpático acolhimento" do país asiático, numas breves declarações à imprensa antes de regressar a Washington, no aeroporto internacional de Incheon, na capital, Seul. A filha mais velha e assessora do Presidente dos EUA, Donald Trump, não respondeu, quando questionada sobre a aparente vontade de diálogo expressa pela delegação norte-coreana este fim-de-semana.

A viagem de Ivanka Trump à Coreia do Sul tinha gerado expectativas de um possível encontro com a representação norte-coreana que também se deslocou a este país para o encerramento dos Jogos Olímpicos de Inverno, liderada pelo general Kim Yong-chol.

Este domingo, o general norte-coreano disse ao Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, que Pyongyang tem "vontade de dialogar com os Estados Unidos", indicou, em comunicado, a casa presidencial de Seul.

Durante o encontro, Moon insistiu na necessidade de diálogo entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, que servirá também para melhorar as relações entre Pyongyang e Seul. No entanto, Washington confirmou ao final da noite de domingo que Ivanka não manteve "qualquer interação com a delegação norte-coreana".

Ivanka Trump e Presidente da Coreia do Sul na cerimónia de fecho.

Ivanka Trump e Presidente da Coreia do Sul na cerimónia de fecho.

Murad Sezer

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, assegurou também num comunicado que a administração norte-americana espera que a oferta de diálogo que a Coreia do Norte mostrou signifique "os primeiros passos na direção da desnuclearização" da península da Coreia.

Seul acredita que o "descongelamento olímpico" entre as duas Coreias, que tecnicamente continuam em guerra, pode servir para que a Coreia do Norte e os Estados Unidos da América retomem o diálogo, após um 2017 marcado por repetidos testes de armamento norte-coreano e ameaças de ambas as partes. Também este domingo, a Coreia do Norte classificou as mais recentes sanções unilaterais dos Estados Unidos como um "ato de guerra".

Na passada sexta-feira, Trump anunciou novas medidas para isolar a Coreia do Norte, definindo-as como "as mais pesadas sanções já impostas contra um país". Em causa estão limites a 27 empresas marítimas registadas ou sediadas em países que mantêm relações com a Coreia do Norte. O ministro das Relações Externas da Coreia do Norte, Ri Yong Ho disse:

"Consideramos qualquer tipo de restrição contra nós como um ato de guerra"

O Ministério dos Negócios Estrangeiros prometeu ainda "subjugar" os Estados Unidos, caso sejam alvo de "provocações".

Lusa

  • Hospitais públicos à beira da rutura
    2:28
  • OMS inclui dependência dos videojogos na lista de doenças mentais

    Mundo

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu a dependência de videojogos na lista de doenças mentais, uma possibilidade que tinha sido prevista no início do ano e que foi anunciada esta segunda-feira. Este pode ser mais um argumento para os pais limitarem o tempo de acesso dos filhos às consolas, computadores e todos os dispositivos com videojogos.

  • Repitam comigo: Portugal vai ser campeão do Mundo
    4:56
  • "Estou a ser posta porta fora (...) faço o que vocês me disserem"
    2:43
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Rapper XXXTentacion morto em aparente tentativa de roubo

    Cultura

    O rapper norte-americano XXXTentacion, de 20 anos, morreu na noite de segunda-feira depois de ter sido baleado, na Florida, no sudeste dos Estados Unidos. Um dos suspeitos terá disparado e atingido o rapper e, de seguida, dois suspeitos fugiram numa viatura escura. A polícia está a considerar tentativa de roubo.