sicnot

Perfil

Mundo

Pai castiga filho por fazer bullying e obriga-o a ir para a escola a correr

Bryan Thornhill colocou um vídeo no Facebook que está a dar que falar. O norte-americano decidiu castigar o filho de 10 anos por este fazer bullying aos colegas. Durante uma semana, Hayden teve de ir a correr para a escola e o pai filmou tudo. Algumas pessoas elogiaram a posição de Thornhill mas também houve quem criticasse, acusando-o de abuso infantil

No estado da Virgínia, nos Estados Unidos, Bryan acompanhou, durante uma semana, a corrida do filho até à escola (um percurso de cerca de 1,6 quilómetros), para se certificar que nada acontecia à criança. Enquanto isso, filmava todo o percurso.

"O meu filho foi expulso do autocarro durante três dias por fazer bullying aos colegas e isso eu não tolero", revela Thornhill no vídeo publicado no Facebook.

O homem diz que após a corrida até à escola o filho fica "sem energia para fazer asneiras".

"Eduquem os vossos filhos. Não sejam amigos, sejam pais. Hoje em dia as crianças precisam de pais", revelou no vídeo.

Bryan Thornhill acredita que o menino de 10 anos aprendeu uma lição, uma vez que o seu comportamento tem melhorado ao longo dos dias.

Várias pessoas reagiram à postura de Thornhill nas redes sociais. Como sempre, há quem esteja de acordo enquanto outros criticam, acusando-o de abuso infantil por deixar o filho a correr à chuva.

  • Coutinho e Neymar salvam Brasil de empatar com a Costa Rica já na compensação

    Mundial 2018 / Brasil

    O Brasil venceu a Costa Rica por 2-0 numa partida a contar para a 2ª jornada do grupo E do Mundial da Rússia. Contas feitas, o Brasil sobe para o primeiro lugar do grupo, com 4 pontos, seguido da Sérvia com 3 pontos. A Suíça (1 ponto) e a Costa Rica (0 pontos) ocupam, assim, os últimos lugares da tabela.

  • Moutinho e Rafael Guerreiro de "baixa", Fonte disponível "para tocar bombo"
    1:52
  • Mulher morre após ser mandada para casa pelo Centro Hospitalar do Oeste
    2:23

    País

    Uma mulher morreu depois de ter tido alta no Centro Hospitalar do Oeste. Há fortes suspeitas que tenha sido vítima de um diagnóstico mal feito por uma empresa de telemedicina. O Bastonário da Ordem dos Médicos quer avaliar todos os contratos do Estado com serviços de telemedicina e impedir que as empresas e os hospitais fujam às responsabilidades. Até agora ninguém foi responsabilizado, a família apresentou várias queixas e Entidade Reguladora da Saúde abriu um inquérito.

  • Antigo campeão nacional de Ori-BTT, de 19 anos, morreu em colisão com carro
    1:42

    País

    Um ciclista de 19 anos morreu e o pai ficou gravemente ferido, numa colisão com uma viatura que fazia uma inversão de marcha, em Loulé, na quarta-feira. Quando o acidente aconteceu, o jovem estava a treinar para um campeonato na Hungria, onde ia participar dentro de poucos dias. Duarte Lourenço, que chegou a ser campeão nacional de Ori-BTT, pertencia ao escalão de Juniores, devido à sua idade, mas por vontade própria fazia escalão Sénior.