sicnot

Perfil

Mundo

Ofensiva turca vai estender-se a outros locais controlados por curdos

POOL New

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse este sábado que a ofensiva militar turca, em curso em Afrine, vai ser alargada a outros locais controlados pelos curdos até à fronteira com o Iraque.

Depois de Afrine "ser limpa de terroristas, vamos limpar Minbej, Ain al-Arab [nome árabe da cidade curda de Kobané] , Tal Abyad, Ras al-Ain e Qamichli", disse Erdogan num discurso em Mersin, no sul do país, transmitido pela televisão estatal.

A Turquia lançou, a 20 de janeiro, uma ofensiva militar em Afrine, região curda do noroeste da Síria, para expulsar a milícia curda Unidades de Proteção do Povo (YPG), aliada dos Estados Unidos no combate ao Daesh, mas considerada terrorista por Ancara.

Erdogan disse hoje que as forças turcas vão avançar "até à fronteira iraquiana".

O presidente turco criticou por outro lado a NATO, pela falta de apoio às forças turcas na Síria.

"A Turquia não é membro da NATO? Respondemos aos pedidos para intervir no Afeganistão, na Somália, nos Balcãs. Agora sou eu que peço, venham, venham para a Síria. Porque não vêm?", questionou.

Lusa

  • Faltam 71 obstetras no SNS e as férias vão agravar a situação
    2:32

    País

    Faltam 71 obstetras no Serviço Nacional de Saúde pelas contas da Ordem dos Médicos. Com o verão e as férias à porta, a Ordem alerta para a eventualidade de, nalgumas regiões, ser preciso transferir os partos mais complicados para unidades onde houver especialistas.

  • Combate ao terrorismo e corrupção são prioridades do novo diretor da PJ
    2:42

    País

    O novo diretor da Polícia Judiciária diz que o combate ao terrorismo e à corrupção estão entre as maiores prioridades para a PJ. Mas alerta que são precisos meios para cumprir essa missão. Luís Neves tomou posse esta manhã, depois de 20 anos ligados à investigação do crime mais violento.

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Três mortos e mais de 200 feridos do sismo no Japão
    1:07

    Mundo

    Pelo menos três pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na sequência de um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter que atingiu hoje a região oeste do Japão, segundo um novo balanço das autoridades nipónicas. Uma das vítimas mortais era uma criança de 9 anos.