sicnot

Perfil

Mundo

Casa Branca confirma Larry Kudlow como novo conselheiro económico de Trump

O Presidente norte-americano escolheu Larry Kudlow como novo conselheiro económico da Casa Branca, em substituição de Gary Cohn, que se demitiu por discordar da aplicação de tarifas aduaneiras ao alumínio e ao aço, confirmou hoje a Casa Branca.

"Foi oferecido a Larry Kudlow, e ele aceitou, o cargo de Conselheiro do Presidente para a Política Económica e Diretor do Conselho Económico Nacional", indicou a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, em comunicado.


"Trabalharemos para ter uma transição ordeira e anunciaremos a data em que ele assume formalmente o seu cargo", acrescentou Sanders.


Kudlow, ex-banqueiro de Wall Street e habitual comentador televisivo, é um defensor do livro comércio, pelo que pode distanciar-se da agenda protecionista do chefe de Estado, Donald Trump, embora tenha recentemente assegurado que as tarifas aduaneiras são uma estratégia negocial.


Trump disse na terça-feira que estava a "considerar muito seriamente" a escolha de Kudlow, seu "amigo há muito tempo".
"Não estamos de acordo em tudo, mas neste caso creio que isso é bom, porque quero ouvir uma opinião diferente", assegurou Trump à imprensa na Casa Branca.


"Estamos de acordo na maior parte das coisas, e agora [ele] mudou de opinião sobre as tarifas e acha que podem ser um método de negociação. Estou a renegociar acordos comerciais, e sem tarifas aduaneiras não nos correria nem metade tão bem", acrescentou.


O Presidente norte-americano disse que Kudlow, de 70 anos, "é um homem com muito talento" e que o apoiou "desde logo" na campanha eleitoral de 2016 e que talvez tenha mesmo sido um dos seus "apoios originais" nas primárias republicanas.


Larry Kudlow trabalhou na década de 1980 na Casa Branca durante o primeiro mandato de Ronald Reagan (1981-1985) e foi depois economista-chefe do banco de investimento Bear Stearns, entre 1987 e 1994.

Lusa

  • Hospitais públicos à beira da rutura
    2:28
  • OMS inclui dependência dos videojogos na lista de doenças mentais

    Mundo

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu a dependência de videojogos na lista de doenças mentais, uma possibilidade que tinha sido prevista no início do ano e que foi anunciada esta segunda-feira. Este pode ser mais um argumento para os pais limitarem o tempo de acesso dos filhos às consolas, computadores e todos os dispositivos com videojogos.

  • Repitam comigo: Portugal vai ser campeão do Mundo
    4:56
  • "Estou a ser posta porta fora (...) faço o que vocês me disserem"
    2:43
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Rapper XXXTentacion morto em aparente tentativa de roubo

    Cultura

    O rapper norte-americano XXXTentacion, de 20 anos, morreu na noite de segunda-feira depois de ter sido baleado, na Florida, no sudeste dos Estados Unidos. Um dos suspeitos terá disparado e atingido o rapper e, de seguida, dois suspeitos fugiram numa viatura escura. A polícia está a considerar tentativa de roubo.