sicnot

Perfil

Mundo

Tusk diz Moscovo "muito provavelmente" envenenou ex-espião no Reino Unido

STEPHANIE LECOCQ / POOL

O Presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, sinalizou esta quarta-feira a Rússia como provável responsável do envenenamento de um antigo espião russo e disse que levará o assunto à cimeira de líderes da União Europeia, na próxima semana.

"Expresso a minha solidariedade com a primeira-ministra britânica, Theresa May, relativamente ao ataque brutal ordenado, muito provavelmente, por Moscovo", disse Tusk na rede social Twitter, referindo-se ao envenenamento de Serguei Skripal, de 66 anos, e da sua filha Julia, de 33.

O comentário de Tusk surge no dia em que a primeira-ministra do Reino Unido anunciou a "suspensão de contactos bilaterais" com Moscovo e a expulsão de diplomatas russos, após ter acusado a Rússia de ser a "culpada" pelo envenenamento do ex-espião Serguei Skripal em solo britânico.

Numa intervenção no Parlamento, Theresa May anunciou a expulsão de 23 diplomatas russos do Reino Unido. Atualmente, a Rússia conta com 59 diplomatas acreditados no Reino Unido.

Esta quarta-feira, diante da Câmara dos Comuns (câmara baixa do parlamento britânico), Theresa May disse que a Rússia expressou "desdém" pelo desejo do Reino Unido de obter explicações sobre este caso.Segundo May, as ações da Rússia "representam um uso ilegal da força".

A primeira-ministra britânica precisou que os 23 diplomatas russos expulsos têm uma semana para deixar o Reino Unido.May anunciou também diversas medidas económicas e diplomáticas visando Moscovo, incluindo a decisão de pedir à família real britânica para não comparecer no Campeonato do Mundo de Futebol que se realiza este verão na Rússia.

Membros do governo e representantes diplomáticos britânicos também não irão comparecer no evento desportivo.

Na segunda-feira, também numa intervenção no parlamento, Theresa May lançou duras declarações contra as autoridades russas, afirmando então que era "muito provável" que a Rússia tivesse sido responsável pelo envenenamento do ex-espião russo e da filha.

Na mesma intervenção, a primeira-ministra do Reino Unido deu a Moscovo um prazo, até terça-feira à noite, para fornecer explicações à Organização para a Proibição de Armas Químicas, esclarecendo ainda que o embaixador da Rússia no Reino Unido tinha sido convocado para explicar os acontecimentos.

A Rússia nega qualquer a responsabilidade no ataque que visou Serguei Skripal.

O ex-espião duplo de origem russa Serguei Skripal, de 66 anos, e a sua filha Yulia, de 33 anos, foram encontrados inconscientes no dia 4 de março, num banco num centro comercial em Salisbury, no sul de Inglaterra.

Dias depois, o chefe da polícia antiterrorista britânica, Mark Rowley, revelou que o ex-agente duplo russo e a sua filha tinham sido vítimas de um ataque deliberado com um agente neurotóxico, um componente químico que ataca o sistema nervoso e que pode ser fatal.

Os dois têm permanecido hospitalizados, nos cuidados intensivos, em "estado crítico, mas estável".

O Conselho Segurança da ONU reúne-se esta quarta-feira de urgência para abordar este caso.

Lusa

  • Hospitais públicos à beira da rutura
    2:28
  • OMS inclui dependência dos videojogos na lista de doenças mentais

    Mundo

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu a dependência de videojogos na lista de doenças mentais, uma possibilidade que tinha sido prevista no início do ano e que foi anunciada esta segunda-feira. Este pode ser mais um argumento para os pais limitarem o tempo de acesso dos filhos às consolas, computadores e todos os dispositivos com videojogos.

  • Repitam comigo: Portugal vai ser campeão do Mundo
    4:56
  • "Estou a ser posta porta fora (...) faço o que vocês me disserem"
    2:43
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Rapper XXXTentacion morto em aparente tentativa de roubo

    Cultura

    O rapper norte-americano XXXTentacion, de 20 anos, morreu na noite de segunda-feira depois de ter sido baleado, na Florida, no sudeste dos Estados Unidos. Um dos suspeitos terá disparado e atingido o rapper e, de seguida, dois suspeitos fugiram numa viatura escura. A polícia está a considerar tentativa de roubo.