sicnot

Perfil

Mundo

Dirigente do PS Europeu impedido de entrar nas Filipinas por atividades políticas ilegais

O vice-secretário-geral do Partido Socialista Europeu, Giacomo Filibeckm à direita

Bullit Marquez, AP

O vice-secretário-geral do Partido Socialista Europeu foi impedido de entrar nas Filipinas "por atividades políticas ilegais", indicaram hoje as autoridades.

Giacomo Filibeck foi detido no domingo pela polícia à chegada ao aeroporto de Cebu, no centro do arquipélago, onde ia participar num congresso a convite do partido da oposição Akbyan.

O ministro da Justiça filipino, Menardo Guevarra, afirmou que Filibeck foi proibido de entrar no país por ter "violado a lei".

"Filibeck está na lista negra da imigração por violar a lei que proíbe estrangeiros no nosso país de se envolverem em atividades políticas", disse.

"As ações do Governo de Duterte (...) mostram realmente que o grau de impunidade atingiu o de uma ditadura", disse um membro do partido, Tom Villarin, sublinhando que o "governo pretende silenciar qualquer voz dissonante".

O político italiano faz parte de um grupo de políticos europeus que condenaram as "execuções extrajudiciais" de milhares de pessoas na guerra contra as drogas liderada por Duterte, depois de uma investigação ao arquipélago, em outubro.

Desde que assumiu o cargo em 2016, o Presidente das Filipinas lançou uma dura campanha contra o tráfico de drogas.

A polícia afirmou ter executado 4.100 alegados traficantes e toxicodependentes, embora defensores dos direitos humanos defendam ser necessário "multiplicar esse número por três".

Em março, Duterte anunciou que ia abandonar o Tribunal Penal Internacional por a instituição ter tentado investigar a sua "guerra contra as drogas".

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.