sicnot

Perfil

Mundo

Processo de substituição de Raúl Castro na liderança cubana inicia-se hoje

Carlos Garcia Rawlins

O processo de substituição de Raúl Castro na liderança cubana inicia-se hoje com a realização de uma sessão para a constituição do novo parlamento, um dia antes do inicialmente previsto.

A decisão do Conselho de Estado de Cuba de antecipar a sessão constitutiva da IX Legislatura da Assembleia Nacional do Poder Popular (única câmara parlamentar) tem como propósito "facilitar o desenvolvimento dos passos que requerem uma sessão de tal importância", indicou a agência cubana de notícias (ACN).

Inicialmente, estava anunciado que a reunião parlamentar se celebraria apenas na próxima quinta-feira e agora é de supor que se desenrolará em duas jornadas: na quarta-feira e no dia seguinte.

Na sessão, uma comissão integrada pelos 605 deputados elaborará e submeterá à votação da recentemente renovada assembleia uma proposta que inclui o Presidente, primeiro vice-presidente, cinco vice-presidentes e 23 membros do Conselho de Estado, o órgão máximo de Cuba.

Raul Castro, de 86 anos, deixará de ser Presidente de Cuba, em cumprimento da limitação de mandatos a um máximo de 10 anos decretada por ele mesmo, sendo expectável que o atual primeiro vice-presidente, Miguel Díaz-Canel, de 57 anos, ocupe o cargo.

A acontecer, será a primeira vez que o chefe de Estado cubano não tem apelido Castro em 60 anos, primeiro com Fidel de 1976 a 2008 (o líder da revolução esteve como primeiro-ministro de 1959 a 1976), depois com Raul até ao presente.

Apesar de deixar o poder, Raúl Castro continuará como secretário-geral do Partido Comunista de Cuba até ao próximo congresso, previsto para 2021.

Lusa

  • Partido Podemos com votação inédita em Espanha
    1:32

    Mundo

    Há uma votação inédita em Espanha. O Podemos começou esta terça-feira a decidir a continuidade do líder do partido, depois de Pablo Iglesias e a companheira terem comprado uma casa de 600 mil euros.

  • Reclusos limpam Ria Formosa
    3:01

    País

    Alguns reclusos do estabelecimento prisional de Olhão estão pela segunda vez a limpar a ilha da Armona, na Ria Formosa. São homens que beneficiam de regime aberto e, em fim de cumprimento de pena, têm com este trabalho uma amostra da liberdade que tanto aguardam.

  • A maior obra de reconversão urbana em Portugal 20 anos depois
    3:47