sicnot

Perfil

Mundo

Mulher processa NASA por causa de pó lunar oferecido por Armstrong

Laura Cicco

Uma mulher do estado norte-americano do Tennessee está a processar a NASA por causa de um frasco com pó vindo da Lua. Em causa está uma lei aprovada pelo Congresso dos Estados Unidos da América, que prevê que todo o material lunar pertence ao Governo norte-americano.

Laura Cicco alega que o tubo foi oferecido pelo próprio Neil Armstrong aos seus pais, quando ela tinha apenas 10 anos.

Segundo a BBC, o pai da mulher do Tennessee e o astronauta eram membros de uma sociedade secreta de aviadores. Juntamente com o frasco, autografou ainda um cartão e dedicou a mensagem a Laura.

Laura Cicco

Quase 50 anos depois, o frasco volta a dar que falar, com a mulher norte-americana a tentar impedir que a NASA confisque o pó lunar.

A ação judicial alega que os testes comprovam a autenticidade do pó lunar, mas alguns especialistas têm algumas dúvidas. A confirmar-se, o conteúdo do frasco será considerado extremamente valioso.

"A NASA tomou a posição de que todo o material lunar é propriedade do Governo", disse o advogado de Laura, Christopher McHugh, citado pela emissora britânica. "Eles fizeram raides ao estilo militar em casas das pessoas que têm este tipo de coisas, ameaçando-as e tratando-as como se fossem criminosas. Eu não quero que isso acontece com a Laura."

Em 2012, o Congresso norte-americano aprovou uma lei que permite que os astronautas levem para casa objetos das suas missões espaciais, tais como manuais de voo, diários pessoais ou peças abandonadas dos modelos lunares. Contudo, a lei prevê uma excepção: "rochas lunares e outro material lunar".

Questionada pela BBC sobre o processo, a NASA recusou falar sobre o assunto ou clarificar a sua posição quanto à posse de materiais vindos da Lua.

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • A corrida pelo melhor lugar no Rock in Rio
    2:00