Mundo

Mais de 100 mil contra a visita de Trump ao Reino Unido

Mais de 100 mil contra a visita de Trump ao Reino Unido

Mais de 100 mil pessoas marcharam esta sexta-feira, em Londres, para protestar contra a visita de Donald Trump ao Reino Unido. Tal como se esperava, a visita está a ser marcada por muita polémica e pelas habituais reviravoltas do Presidente norte-americano.

  • May quer acordo comercial com os EUA no pós-Brexit
    0:37

    Brexit

    A primeira-ministra britânica quer estabelecer um acordo comercial ambicioso entre os Estados Unidos da América e o Reino Unido depois do Brexit. Ao lado do Presidente norte-americana, Theresa Mat sublinhou o apoio de Donald Trump e a cooperação em matérias como a segurança e o combate ao terrorismo.

  • Trump diz que aceita qualquer decisão de May sobre o Brexit
    0:46

    Mundo

    O Presidente norte-americano diz que as negociações para a saída do Reino Unido da União Europeia não vão ser nada fáceis, mas sublinha que os Estados Unidos da América aceitam aquilo que ficar acordado. Em Inglaterra, onde se encontra em visita oficial, Donald Trump disse que a relação entre os dois países nunca foi tão boa como agora.

  • "Bebemos a água que escorria das rochas"

    Mundo

    Os 12 rapazes e o treinador que ficaram presos numa gruta na Tailândia durante 18 dias revelaram hoje alguns pormenores de como sobreviveram, na primeira conferência de imprensa.

  • "Os Maias" deixam de ser leitura obrigatória no secundário

    País

    Obras como "Os Maias" e "A Ilustre Casa de Ramires", de Eça de Queirós, vão deixar de ser de leitura obrigatória no ensino secundário a partir do próximo ano letivo. Os alunos deixam de ter indicação de uma obra específica para ler, passando o professor a escolher livremente uma obra de cada autor. O objetivo é fazer face aos programas extensos.

  • Marcelo assinala "passos importantes" na Cimeira da CPLP
    2:16
  • Santana diz que a concorrência é livre
    0:52

    País

    Santana Lopes sublinha que quer causar o menor dano possível ao PSD com a criação de um novo partido. O antigo primeiro-ministro diz no entanto que, apesar disso, a concorrência é livre. Isto depois de um estudo feito pela Eurosondagem mostrar que 4,8% dos inquiridos votaria num novo partido de Santana Lopes. O político diz que o número é inspirador, mas não adianta certezas sobre os próximos passos.