sicnot

Perfil

Luís Costa Ribas

Opinião

Luís Costa Ribas

Correspondente SIC

Opinião

O problema Donald e o plágio de Melania

Luís Costa Ribas

Luís Costa Ribas

Correspondente SIC

O curso normal é dizer, “oops”, pedir desculpa e seguir para bingo. Mas no Mundo político de Trump, nada é normal.

Mas, mais irónica, é a postura do principal atacante de Hillary Clinton na noite passada: o governador de Nova Jérsia, Chris Christie. O agora apoiante de Trump, foi por este chamado, durante as primárias, de “rapazinho fraco”, por ter abraçado Obama em agradecimento pela ajuda após o furacão Sandy em 2012, de ser mau governador e responsável por o seu estado “está em apuros”, que devido à má governação a economia da Nova Jérsia é um "desastre” e os impostos muito altos. Proibiu-o, ainda, publicamente, de “comer mais Oreos”, numa referência à sua obesidade extrema. Como Christie, o ex-cirurgião Ben Carson foi ao palco apoiar Trump - que nas primárias o acusou, mentindo, de abusar sexualmente de crianças.

A improvável façanha de Donald Trump concretizou-se e é agora candidato do partido à Presidência. Mas não sem mais uns “arranhões” na coreografia da votação que atrapalham a tão desejada unificação do partido. O Alaska votou para dar 12 votos a Ted Cruz, 11 a Trump e 5 a Marco Rubio. Mas o secretário da convenção anotou 28 votos para Trump tendo sido alegado que o Alaska não compreende as regras do… Alaska, para a distribuição dos votos da sua própria delegação aos participantes nas primárias. O incidente, que levou à interrupção dos trabalhos, nunca teria qualquer peso no resultado final, dada a margem de vitória de Trump. Mas a mensagem foi clara, para o Alaska, Washington DC, e dois outros estados que distribuíram votos por candidatos, proporcionalmente aos resultados das primárias, e viram os dirigentes da convenção atribuir a totalidade dos seus votos a Trump. Donald Trump "só vai permitir subserviência a Donald Trump”, disse o delegado republicano de Washington, Chip Nottingham. “Isto é mesquinho. Se Trump não nos ouve agora, como vai ouvir-nos depois de ser eleito?” Há quem tenha mau perder. Trump tem mau vencer?

  • Reportagem Especial dá a voz aos despedidos da banca
    1:18
  • CEMGFA admite que várias armas roubadas estão em condições de ser usadas
    2:06

    Assalto em Tancos

    Afinal há várias armas roubadas em Tancos que estão em condições de ser utilizadas, sendo que apenas os lança-granadas-foguete estão obsoletos. Esta manhã, o general Pina Monteiro admitiu, no Parlamento, que a declaração que fez há duas semanas pode ter induzido em erro a opinião pública. O chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) diz, ainda, que se houvesse indícios sobre colaboração do Exército neste caso, os suspeitos estariam presos.

  • Pais de Charlie Gard querem que o bebé morra em casa

    Mundo

    Depois de terem renunciado à batalha judicial para manterem o filho com vida, os pais do bebé britânico Charlie Gard desejam agora levar a criança para morrer em casa. O desejo foi revelado pelo advogado de Chris Gard e Connie Yates, numa audiência esta tarde, no Supremo Tribunal de Londres. Contudo, o hospital responsável pelo caso admite que os cuidados a Charlie não podem ser feitos em casa.