sicnot

Perfil

Luís Costa Ribas

Opinião

Luís Costa Ribas

Correspondente SIC

Opinião

O divisionista que pretende unir?

Luís Costa Ribas

Luís Costa Ribas

Correspondente SIC

Donald Trump sobe esta madrugada ao palco da convenção republicana em Cleveland com o desafio de fazer numa noite o que não conseguiu fazer numa semana: unir o partido em redor da sua candidatura à Casa Branca.

A maior dificuldade reside, logo, no facto de Trump e o seu candidato a vice-presidente, Mike Pence, discordarem em várias questões centrais à sua campanha como:

  • - compromissos internacionais dos EUA (Trump contra a NATO; Pence a favor);
  • - Guerra do Iraque (Trump foi a favor, agora é contra; Pence foi sempre a favor):
  • - acordos internacionais de comércio (Trump contra; Pence a favor);
  • - direitos dos homossexuais (Trump mais conciliatório; Pence totalmente contra).

© Jonathan Ernst / Reuters

Como unir o partido, se os candidatos são politicamente desavindos?

Pence foi escolhido para tentar manter ao candidato republicano, os conservadores que desconfiam da sua consistência ideológica. Ele representa a ala conservadora do partido mais próxima de Ted Cruz, o senador do Texas e rival de Trump, cujo discurso divisionista deixou a convenção a ferver na noite de quarta-feira. Ted Cruz subiu ao palco, falou durante 20 minutos mas não apelou ao voto em Donald Trump. Quando, no final da sua alocução, exortou a audiência a votar de acordo com a sua consciência, foi apupado e vaiado. No regresso ao camarote onde assistia à convenção, foi insultado por outros convidados e um deles tentou agredi-lo. A sua mulher, que assistia ao discurso entre os delegados, foi ameaçada e abandonou o local sob escolta de um delegado de Virginia e da policia.

Os incidentes são resultado de meses de primárias marcadas por insultos entre Cruz e Trump. Trump insultou repetidamente Cruz e a sua família - sobretudo a mulher e o pai - e Cruz respondeu chamando a Trump um “cobarde ranhoso” e um “mentiroso patológico”. Mas também resultam da ambição de Cruz: se Trump for derrotado por Hillary Clinton, Cruz quer ser o considerado candidato óbvio de 2020. Para ele, uma vitória de Clinton será maná do deserto, porque se Trump vencer, Cruz está politicamente acabado.

Mas a questão mais imediata é a de um candidato à procura de uma vitória, sem uma aparente estratégia para além de hostilizar os diversos eleitorados de que precisa. As sondagens não dão a Trump a maioria nas eleições de Novembro e para vencer precisa de dilatar o seu eleitorado. Por enquanto ainda não o fez.

A convenção foi marcada por distrações e desunião - o que os dirigentes do partido não queriam, mas não parece incomodar Trump. Ele, que sempre foi um divisionista, disse várias vezes que não precisa de estender a mão a nenhuma facção do partido, porque pode vencer sozinho. Vencer sozinho. É esse o seu desafio para esta noite e as próximas 15 semanas. Para já, a desejada unidade do Partido Republicano em torno do seu candidato presidencial continua a ser coisa fugidia.

  • Ex-observador de árbitros terá informado Benfica sobre notificação a Rui Vitória
    1:57

    Desporto

    Novas revelações no caso dos e-mails, que envolve o Benfica, surgiram esta terça-feira. No Porto Canal, o diretor de comunicação do FC Porto revelou um e-mail onde um funcionário judicial e ex-observador de árbitros da Primeira Liga informa o Benfica sobre uma notificação ao treinador Rui Vitória. O e-mail foi alegadamente enviado para Paulo Gonçalves, assessor da SAD encarnada.

  • Acidente durante funeral em Miranda do Corvo causa 12 feridos
    2:39

    País

    Um acidente na zona de Miranda do Corvo fez esta terça-feira 12 feridos, um em estado grave. Foi durante um funeral, quando falharam os travões a um dos carros que seguia no cortejo, como explicou, em direto do local, o repórter Miguel Ângelo Marques.

  • Instalações militares vão ter reforço de segurança
    0:52

    Assalto em Tancos

    Depois do caso do roubo de material em Tancos, várias instalações militares vão sofrer um reforço de segurança do material que armazenam. As conclusões sobre o furto dos paióis de Tancos serviram de base às medidas anunciadas esta terça-feira pelo Ministério da Defesa. 

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Os elevadores do futuro
    7:13
  • Demências afetam 50 milhões de pessoas
    2:23

    Mundo

    Cinquenta milhões de pessoas em todo o mundo e mais de 150 mil em Portugal sofrem de demências como o Alzheimer ou o Parkinson. Oitenta especialistas de 21 países reúnem-se esta semana na Fundação Champalimau, em Lisboa, para falar deste tipo de epidemia silenciosa.

  • Maria deixa 25 mil pessoas sem eletricidade em Guadalupe
    2:24
  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC