sicnot

Perfil

Opinião

"Continuamos a endividar-nos, continuamos a empurrar com a barriga o problema para a frente"

"Continuamos a endividar-nos, continuamos a empurrar com a barriga o problema para a frente"

O défice das administrações públicas caiu 971 milhões de euros nos primeiros seis meses deste ano. O Estado gastou mais em salários dos trabalhadores mas reduziu a despesa de compras de bens e serviços. As receitas subiram com os impostos sobre combustíveis e tabaco, e caíram com o IRS e IRC. Miguel Sousa Tavares considera que "são boas notícias orçamentais mas más notícias económicas" pois "continuamos a endividar-nos, continuamos a empurrar com a barriga o problema para a frente".

  • "Não vejo para que é que serviu esta ronda com os partidos"
    2:38

    Opinião

    O Presidente da República reuniu-se com todos os partidos com assento parlamentar para analisar a situação política. O PS diz que acredita em acordo com partidos que apoiam o Governo para a aprovação do Orçamento de Estado. Miguel Sousa Tavares diz que não sabe para que é que "serviu esta ronda com os partidos".

  • "O mundo inteiro vai precisar de que Hillary Clinton ganhe"
    2:49

    Opinião

    A reunião que deve consagrar Hillary Clinton como candidata Presidencial decorre esta semana em Filadéfia. Na abertura da Convenção democrata, Michelle Obama fez um discurso de apoio a Hillary. Miguel Sousa Tavares diz que Hillary "está longe de ter conseguido unir o partido quando se pensava que a desunião estava do lado dos republicanos". O comentador da SIC diz que "o mundo todo vai precisar de que Hillary Clinton ganhe esta eleição".

  • As vítimas do ataque de Londres

    Ataque em Londres

    O ataque desta quarta-feira ao Parlamento britânico em Londres fez quatro mortos, incluindo o atacante. Cerca de 40 pessoas de 11 países diferentes ficaram feridas, entre as quais 29 precisaram de ser levadas para o hospital, onde sete continuam em estado crítico.

    Ana Rute Carvalho

  • Inclusão social em Évora
    2:08

    País

    Mais de 40 empresas do distrito de Évora abriram as portas durante um dia a pessoas portadoras de deficiência. É ideia foi sublinhar a importância da  inclusão no mercado de trabalho.