sicnot

Perfil

Opinião

Marques Mendes responsabiliza Governo por clima de incerteza económica

Marques Mendes responsabiliza Governo por clima de incerteza económica

Marques Mendes entende que a subida dos juros da dívida estão relacionados com a incerteza económica gerada pelo Governo. No Jornal da Noite, o comentador da SIC considerou que o ponto mais alto do Executivo é o cumprimento das metas do défice.

  • "Estamos mal no quadro macroeconómico, mercados financeiros, componente fiscal e dívida pública"
    26:01

    Opinião

    No habitual comentário de domingo, Luís Marques Mendes analisou o facto do país estar menos competitivo, salientando que Portugal está mal no quadro macroeconómico, mercados financeiros, componente fiscal e dívida pública. O comentador da SIC falou ainda sobre a corrida a secretário-geral da ONU e o veto de Marcelo Rebelo de Sousa, relativamente ao fim do sigilo bancário. Marques Mendes fez também um balanço sobre um ano de Executivo de António Costa, analisou as eleições autárquicas em Lisboa e a entrevista de Jerónimos de Sousa.

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.