sicnot

Perfil

Opinião

"Não concordo com o facto de não haver nada a fazer quanto à dívida"

"Não concordo com o facto de não haver nada a fazer quanto à dívida"

Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário do Jornal da noite da SIC, a dívida pública portuguesa. Um novo estudo alternativo propõe medidas para melhorar a situação de Portugal. Teodora Cardoso e Luís Campos Cunha são dois dos nomes que aprovaram o estudo. O comentador da SIC diz que o documento oficial parece estar orientado em apenas um sentido: "O sentido de que não há nada a fazer em relação à dívida, apenas continuar com cortes orçamentais", solução com a qual Miguel Sousa Tavares não concorda.

  • "Cheira-me a Donald Trump por todos os lados"
    1:48

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, a crise no Golfo. Sete países anunciaram esta segunda-feia o corte de relações diplomáticas com o Qatar, que acusam de apoiar o terrorismo. O comentador da SIC fala numa conspiração de Trump com a Arábia Saudita e que o objetivo passa por criar um poder local contra o Irão. 

  • "Acho que os ingleses confiam mais em Corbyn do que em May"
    3:19

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou o ataque em Londres e as eleições no Reino Unido. O comentador da SIC diz que em situações como a deste sábado, em que as pessoas se sentem mais inseguras, costumam virar-se para a autoridade que está em funções, que neste caso é Theresa May. No entanto, diz que isso não deverá acontecer, uma vez que a primeira-ministra é "muito fraquinha politicamente" e os ingleses não confiam nela.

  • "É mais um notável tiro no pé de Passos Coelho"
    4:04

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite, a polémica em torno de Pedro Passos Coelho, depois do presidente do PSD ter pedido desculpas por ter "usado informação não confirmada", ao falar na existência de suicídios, depois desmentidos, como consequência da falta de apoio psicológico na tragédia de Pedrógão Grande. Sousa Tavares considera que Passos Coelho deu "mais um tiro no pé" e defende que o líder da oposição "está notoriamente desgastado" e "caminha para uma tragédia eleitoral autárquica".

    Miguel Sousa Tavares

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.