sicnot

Perfil

Opinião

"Há muitas falhas nas explicações de António Mexia"

"Há muitas falhas nas explicações de António Mexia"

António Mexia garante que está de consciência tranquila e que não pondera apresentar a demissão. O presidente da EDP é suspeito de corrupção e participação económica em negócio. O tema esteve esta terça-feira em análise no Jornal da Noite, por José Gomes Ferreira, que considera que "a investigação tem muitas áreas por onde pegar" e defende que "há muitas falhas nas explicações de António Mexia".

  • António Mexia não se demite
    1:59

    Economia

    António Mexia garante que está de consciência tranquila e que não pondera apresentar a demissão. O presidente da EDP é suspeito de corrupção e participação económica em negócio. A Justiça acredita que terá corrompido Manuel Pinho, ex-ministro da Economia, para conseguir prolongar as compensações pagas pelo Estado à elétrica.

  • Contratos sob investigação renderam 2.500 milhões à EDP
    2:26

    Economia

    Os contratos que estão a ser investigados já renderam à EDP 2.500 milhões de euros. António Mexia diz que foram decididos antes de ter chegado à empresa e que está apenas a cumprir decisões de outras pessoas. Mexia garante ainda que a elétrica não teve qualquer benefício com as alterações que foram feitas na última década nos contratos com o Estado.

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.