Opinião

"Os partidos não têm dinheiro para a atividade que desenvolvem"

"Os partidos não têm dinheiro para a atividade que desenvolvem"

Miguel Sousa Tavares analisou esta terça-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, a alteração ao financiamento dos partidos. Para o comentador da SIC, os partidos "não têm dinheiro suficiente" para a atividade que desenvolvem. Miguel Sousa Tavares não concorda que não haja um limite para a angariação de fundos e que possam beneficiar da devolução do IVA "seja qual for a coisa que organizarem".

  • "Não creio que tenha sido Ronaldo a congeminar um esquema para pagar menos impostos"
    1:45

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta terça-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o caso de Cristiano Ronaldo e o fisco espanhol. O responsável pela Unidade Central de Coordenação do Tesouro disse que o jogador devia cumprir pena de prisão e, para o comentador da SIC, esta é uma "sentença antecipada, que o senhor obviamente não pode dar", porque o julgamento ainda está a decorrer. Miguel Sousa Tavares disse ainda que caso se prove que o jogador fugiu ao fisco, acha "muitíssimo mal, porque quem ganha o que ele ganha por ano, não pode fugir ao fisco".

  • "Sem jovens e com a dívida acumulada, qual é o futuro deste país?"
    2:32

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta terça-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, a mensagem de Natal do primeiro-ministro. O comentador da SIC gostou da mensagem e concordou com várias coisas que António Costa disse, como ter políticas para a ocupação do interior e ter uma política série de reordenamento florestal. Para Miguel Sousa Tavares, o principal da mensagem foi o primeiro-ministro dizer publicamente que a prioridade agora deve ser "dar emprego a quem o perdeu" e criar condições para que os jovens não voltem a ter de sair de Portugal.

  • "O que está em jogo é uma luta ancestral muito antiga na Igreja"
    4:37

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta terça-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o facto de quase um quarto dos bispos do Colégio dos Cardeais considerar que o Papa se aproxima da heresia. Para o comentador da SIC, "a heresia é quando alguém intencionalmente contesta a verdade estabelecida pela Igreja".

  • "Bebemos a água que escorria das rochas"

    Mundo

    Os 12 rapazes e o treinador que ficaram presos numa gruta na Tailândia durante 18 dias revelaram hoje alguns pormenores de como sobreviveram, na primeira conferência de imprensa.

  • "Os Maias" deixam de ser leitura obrigatória no secundário

    País

    Obras como "Os Maias" e "A Ilustre Casa de Ramires", de Eça de Queirós, vão deixar de ser de leitura obrigatória no ensino secundário a partir do próximo ano letivo. Os alunos deixam de ter indicação de uma obra específica para ler, passando o professor a escolher livremente uma obra de cada autor. O objetivo é fazer face aos programas extensos.

  • Marcelo assinala "passos importantes" na Cimeira da CPLP
    2:16