Opinião

Miguel Pinto Luz quer que Rio "deixe muito claro ao que vai"

Miguel Pinto Luz quer que Rio "deixe muito claro ao que vai"

Bernardo Ferrão esteve este domingo na SIC Notícias, onde analisou a carta enviada pelo vice-presidente da Câmara de Cascais a Rui Rio e a pressão da esquerda sobre as alterações às leis do trabalho. Bernardo Ferrão disse que Miguel Pinto Luz, com esta carta, pretende que "as atenções se virem para ele" e iniciar uma discussão sobre o futuro do partido.

Sobre as alterações às leis do trabalho exigidas pela esquerda, Bernardo Ferrão defende que este é já o marcar de território para a campanha eleitoral de 2019. "O PCP e o Bloco de Esquerda não podiam deixar de fazer outra coisa que não lutar pelas questões das leis de trabalho."

  • Volta ao Mundo em Arroios
    18:46

    Reportagem Especial

    Tem mais de 90 nacionalidades diferentes. Os censos de 2011 da freguesia de Arroios, em Lisboa, registavam 4.500 estrangeiros mas nos últimos anos o número terá duplicado. É a freguesia mais multicultural do país, onde a diferença é a principal riqueza.

  • Anticiclone dos Açores afasta o verão de Portugal
    1:46

    País

    O verão vai continuar ameno em Portugal e, no início da próxima semana, as temperaturas máximas vão mesmo descer. Um cenário bem diferente do do norte da Europa, onde são as ondas de calor que estão a preocupar as autoridades. 

  • Ryanair prevê cancelamento de 50 voos diários em Portugal
    2:10

    Economia

    A Ryanair vai cancelar até 50 voos em Portugal durante os dois dias de greve, na próxima semana. A companhia irlandesa garante que já contactou 90% dos clientes com viagens marcadas de e para o país, que podem agora pedir o reembolso ou reagendar os voos.

  • Sócrates defende Pinho e critica Parlamento

    País

    José Sócrates saiu em defesa do seu antigo ministro da Economia, Manuel Pinho. Num artigo de opinião publicado no Expresso, o ex-primeiro-ministro aponta o dedo ao presidente do PSD e ao líder parlamentar do PS.

  • PP espanhol elege o líder mais jovem de sempre

    Mundo

    O novo presidente do Partido Popular (PP) espanhol, Pablo Casado, com 37 anos, é o líder mais jovem que este partido já teve na sua curta história, sendo visto por muitos como defensor da ala mais conservadora e tradicional.