playoff-logo.png

Play-Off

DOMINGO 22:00

Opinião

Bruno de Carvalho "pareceu-me um homem que está triste e ressabiado"

Bruno de Carvalho "pareceu-me um homem que está triste e ressabiado"

Rui Santos disse este domingo que "Bruno de Carvalho nunca aceitar a derrota", Rodolfo Reis fala de um homem triste. Para Manuel Fernandes, o dirigente "teve tudo na mão para ficar no Sporting muitos anos" e o antigo jogador de futebol José Rachão lembra que se tem que respeitar o voto dos sócios.

  • "Bebemos a água que escorria das rochas"

    Mundo

    Os 12 rapazes e o treinador que ficaram presos numa gruta na Tailândia durante 18 dias revelaram hoje alguns pormenores de como sobreviveram, na primeira conferência de imprensa.

  • "Os Maias" deixam de ser leitura obrigatória no secundário

    País

    Obras como "Os Maias" e "A Ilustre Casa de Ramires", de Eça de Queirós, vão deixar de ser de leitura obrigatória no ensino secundário a partir do próximo ano letivo. Os alunos deixam de ter indicação de uma obra específica para ler, passando o professor a escolher livremente uma obra de cada autor. O objetivo é fazer face aos programas extensos.

  • Marcelo assinala "passos importantes" na Cimeira da CPLP
    2:16
  • Manuel Pinho quer que inquérito do caso EDP seja atribuído a outros procuradores
    2:53

    País

    Manuel Pinho quer que o inquérito do caso EDP seja atribuído a outros procuradores. Numa carta enviada ao diretor do Departamento Central de Investigação e Ação Penal, a defesa do ex-ministro da Economia acusa os magistrados de imparcialidade, realçando como os procuradores do inquérito inviabilizaram as datas alternativas apresentadas pelo advogado.

  • Ministro da Saúde critica "alarmismo" da presidente do Infarmed
    1:52

    País

    O ministro da Saúde garante que não existe nenhum pacto secreto entre o Governo e Rui Moreira sobre a transferência do Infarmed para o Porto. Ouvido esta manhã no Parlamento, Adalberto Campos Fernandes acusou a presidente do Infarmed de alarmismo quando diz que o processo de deslocalização pode constituir uma ameaça para a saúde pública.

  • Santana diz que a concorrência é livre
    0:52

    País

    Santana Lopes sublinha que quer causar o menor dano possível ao PSD com a criação de um novo partido. O antigo primeiro-ministro diz no entanto que, apesar disso, a concorrência é livre. Isto depois de um estudo feito pela Eurosondagem mostrar que 4,8% dos inquiridos votaria num novo partido de Santana Lopes. O político diz que o número é inspirador, mas não adianta certezas sobre os próximos passos.