Opinião

"Angola usou Rui Rio para dar bofetada política no Governo de António Costa"

"Angola usou Rui Rio para dar bofetada política no Governo de António Costa"

Luís Marques Mendes diz que Angola mantém "um irritante" com o Governo português. O comentador SIC acredita que o encontro entre Rui Rio e João Lourenço foi organizado por Luanda, com o objetivo de enviar um sinal político a António Costa.

  • "Foi o Presidente da República que distribuiu o jogo com Donald Trump"
    21:13

    Opinião

    Luís Marques Mendes analisa, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite de domingo, a eliminação da seleção no Mundial da Rússia, o encontro entre Marcelo Rebelo de Sousa e Donald Trump, a visita de Rui Rio a Angola, a saída de Pedro Santana Lopes do PSD, a lista de devedores à Banca e o Conselho Europeu.

  • "Bebemos a água que escorria das rochas"

    Mundo

    Os 12 rapazes e o treinador que ficaram presos numa gruta na Tailândia durante 18 dias revelaram hoje alguns pormenores de como sobreviveram, na primeira conferência de imprensa.

  • Ora Eça!

    Opinião

    Eça, o meu conterrâneo que se definia como sendo "apenas um pobre homem da Póvoa de Varzim" não haveria de gostar de nada que fosse obrigatório. Durante décadas, Os Maias lá estiveram, quem sabe numa progressista lista pós-revolução, dada a natureza "sexual e incestuosa" da obra. Sai dessa lista agora. Claro que sai. "Ninguém" gostava de "ter de" ler Os Maias.

    Pedro Cruz

  • "Os Maias" deixam de ser leitura obrigatória no secundário

    País

    Obras como "Os Maias" e "A Ilustre Casa de Ramires", de Eça de Queirós, vão deixar de ser de leitura obrigatória no ensino secundário a partir do próximo ano letivo. Os alunos deixam de ter indicação de uma obra específica para ler, passando o professor a escolher livremente uma obra de cada autor. O objetivo é fazer face aos programas extensos.

  • Marcelo assinala "passos importantes" na Cimeira da CPLP
    2:16