sicnot

Perfil

Miguel Sousa Tavares

Miguel Sousa Tavares comenta contratos milionários de direitos televisivos

Miguel Sousa Tavares comenta contratos milionários de direitos televisivos

Miguel Sousa Tavares acredita que "o Benfica já havia feito um magnífico contrato" mas "o FC Porto fez um ainda melhor".

  • O negócio dos direitos televisivos no futebol
    3:19

    Desporto

    Os milhões dos direitos de televisivos do FC Porto e do Benfica são valores baixos quando comparados com os das principais ligas europeias. Só a transmissão dos jogos ingleses, italianos, franceses e alemães valem mais de três mil milhões de euros por ano. Por exemplo, o Barcelona cobra anualmente 160 milhões de euros e o Real Madrid quase 157 milhões bem acima dos contratos celebrados este mês pelas operadoras NOS e MEO.

  • FC Porto e Meo fecham acordo de 457,5 M€
    1:00

    Desporto

    FC Porto e Meo chegaram a acordo sobre os direitos televisivos dos jogos para o campeonato no Dragão. A operadora vai pagar aproximadamente 457,5 milhões de euros e garante ainda a publicidade nas camisolas dos azuis e brancos.

  • "Sporting também já foi sondado para negociar os direitos televisivos"
    3:30

    Tempo Extra

    Rui Santos diz que depois do negócio do Benfica com a Nos, também o Sporting já foi sondado por várias operadoras televisivas sobre a possibilidade de um futuro negócio. O comentador da SIC disse que o projeto da centralização dos direitos televisivos ficou comprometido e revelou ainda vários pormenores do negócio do Benfica com a Nos.

  • Roger Moore, o ator que foi 007 e um Santo
    1:26

    Cultura

    Morreu Roger Moore. O ator britânico tinha 89 anos e morreu na Suíça, vítima de cancro. Ficou conhecido pelo mítico papel de James Bond entre os anos 70 e 80, tendo sido o ator que mais tempo se manteve no papel. Em 2003, foi condecorado pela rainha Isabel II e tornou-se Sir Roger Moore.

  • Ucrânia limita utilização do russo na televisão

    Mundo

    O Parlamento da Ucrânia aprovou esta terça-feira uma lei que determina que três quartos dos programas televisivos dos canais nacionais devem ser transmitidos em ucraniano, medida que visa limitar o uso da língua russa naquele país.