sicnot

Perfil

Miguel Sousa Tavares

"Isto não serve para nada, vamos andar com uma carta de pontos só para fazer contas"

"Isto não serve para nada, vamos andar com uma carta de pontos só para fazer contas"

A carta de condução por pontos entra em vigor a partir da próxima semana. Os condutores passam a ter uma pontuação que vai aumentando ou diminuindo em função das infrações. Miguel Sousa Tavares diz que esta nova carta não serve para nada e que os condutores "podem perder a carta só por ter contraordenações de estacionamento proibido".

  • "Os estivadores do Porto de Lisboa reclamam um estatuto que não existe na lei"
    2:13

    Miguel Sousa Tavares

    Os estivadores do Porto de Lisboa estão em greve desde 20 de abril, a todo o trabalho suplementar em qualquer navio ou terminal, isto é, recusam trabalhar além do turno, aos fins de semana e feriados. De acordo com o último pré-aviso, a greve vai prolongar-se até 16 de junho. Miguel Sousa Tavares diz que todos os partidos têm medo de enfrentar este assunto e que os estivadores reclam um estatudo que nem existe na lei.

  • "Esta medida não faz nenhum sentido"
    3:18

    Miguel Sousa Tavares

    A lei das 35 horas de trabalho na função pública corre o risco de não entrar em vigor a 1 de julho, tal como prometeu o primeiro-ministro. No parlamento ainda não há consenso e a votação até já foi adiada uma semana. Miguel Sousa Tavares diz que a medida não faz sentido e que vai ter um grande impacto externamente e internamente.

  • Resgatada mais uma criança com vida após sismo em Itália
    0:30
  • Ilibados trabalhadores castigados por consulta de dados fiscais

    País

    Os funcionários da Autoridade Tributária, que tinham sido castigados por terem consultado dados fiscais, foram absolvidos. O jornal Público avançou hoje que as orientações contra as sanções a aplicar aos funcionários partiram do ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Repórteres fazem relato impressionante dos acontecimentos em Charlottesville
    3:40