sicnot

Perfil

Miguel Sousa Tavares

"Juridicamente estamos condenados, agora falta a questão política"

"Juridicamente estamos condenados, agora falta a questão política"

António Costa enviou uma carta ao presidente da Comissão Europeia a pedir que Portugal não seja sancionado. Os comissários europeus reúnem-se esta terça-feira mas só vão tomar uma decisão no final desta semana. Miguel Sousa Tavares realça o facto do país estar em incumprimento há sete anos e diz mesmo que estamos juridicamente condenados. O comentador diz ainda é indiscutível que "as coisas endureceram em relação a Portugal" e resta esperar pelo desfecho político da situação.

  • Comissão Europeia adia decisão sobre sanções para o final da semana
    2:15

    Economia

    A Comissão Europeia adiou para o final da semana a decisão sobre a aplicação de sanções a Portugal e Espanha. Amanhã, o assunto será debatido pelo Colégio de Comissários, mas nada ficará decidido. O presidente da Comissão Europeia recebeu entretanto a carta de António Costa, em que o primeiro-ministro volta a pedir que não seja aplicada qualquer multa.

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.