sicnot

Perfil

Miguel Sousa Tavares

"Não conheço nenhuma situação de um golpe de Estado em que no próprio dia haja 6 mil presos"

Opinião

"Não conheço nenhuma situação de um golpe de Estado em que no próprio dia haja 6 mil presos"

Depois da tentativa de golpe de Estado na Turquia quase três mil militares e 2.700 juízes e funcionários judiciais foram detidos. O Presidente Erdogan já disse que quer o regresso da pena de morte. Miguel Sousa Tavares afirma que não conhece "nenhuma situação de um golpe de Estado em que no próprio dia haja 6 mil presos". O comentador da SIC vai longe e diz que "Erdogan criou muitos problemas para a Turquia e está numa situação de fuga em frente".

  • "Tem sido uma campanha de Trump contra o mundo inteiro e contra o próprio partido"
    2:24

    Miguel Sousa Tavares

    Começou esta segunda-feira em Cleveland, nos Estados Unidos, o encontro do Partido Republicano que deve confirmar a nomeação de Donald Trump na corrida para a Casa Branca. Várias figuras do partido já ameaçam boicotar a eleição. Miguel Sousa Tavares diz que esta "tem sido uma campanha de Trump contra o mundo inteiro e contra o próprio partido". Para o comentador a agenda de Donald Trump "bate em pontos que o comum dos americanos pensa".

  • "É pura demagogia, o que é que se faz com três milhões de euros?"
    3:00

    Miguel Sousa Tavares

    O Governo lançou um Orçamento Participativo com três milhões de euros para projetos apresentados pelos cidadãos. Miguel Sousa Tavares diz que é uma boa ideia mas que se trata de "pura demagogia". Sobre as sanções que Bruxelas decidiu aplicar a Portugal por incumprimento do défice, o comentador da SIC diz que não vê qualquer razão para que estas sejam aplicadas.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras