Última Edição

0
0:08

Última Edição

1
2:01

Milhares de pessoas esperadas na manifestação contra cortes nos colégios privados

2
1:10

Marcelo vai dizer a Merkel que é injusto castigar Portugal por não ter cumprido défice

3
1:06

Mais de 700 migrantes terão morrido no Mediterrâneo esta semana revela ONU

4
1:28

Libertado suspeito de violação de jovem de 16 anos no Brasil

5
2:52

Madrid em festa com a vitória do Real

6
1:07

Gorila abatido depois de rapaz de 4 anos ter caído no interior da jaula

7
1:53

Mais de 40 pessoas atingidas por raios na Polónia, França e Alemanha

8
2:22

Malas de viagem para ajudar escola em Angola

9
3:09

Concerto de homenagem a BB King em Sabrosa

16:39 03.11.2011

Guardas Prisionais em vigília junto ao Ministério da Justiça

LUSA Guardas Prisionais  exigem o pagamento do subsídio de turno. (Lusa/Arquvo)

Cerca de uma centena de guardas prisionais estão hoje concentrados em frente ao Ministério da Justiça em vigília para exigir alterações ao estatuto profissional.

O presidente do Sindicato Nacional do Corpo dos Guardas Prisionais  (SNCGP), Jorge Alves, disse à agência Lusa que a vigília, que começou por volta das 10:00 e termina às 18:00, está a "ultrapassar todas as expetativas", tendo em conta que estão presentes guardas prisionais do Algarve, Porto, Guarda, Alcoentre e região de Lisboa.

Jorge Alves adiantou que os guardas prisionais exigem que o estatuto  profissional seja negociado e até agora o MJ "ainda não demonstrou claramente  essa vontade dado que remetem para mais tarde" a resolução da questão. 

Segundo o sindicalista, o MJ apenas iniciou, juntamente com a Direção  Geral dos Assuntos Prisionais, a discussão dos horários de trabalho, outra  das reivindicações destes profissionais há mais de quatro anos. 

Além dos guardas prisionais no ativo, marcam também presença na vigília  alguns dos candidatos a esta profissão e que aguardam há cerca de oito meses  por uma resposta por parte do ministério. 

Jorge Alves afirmou que em fevereiro foi publicada em Diário da Republica  a lista provisória dos 263 candidatos selecionados e "até à data não tiveram  qualquer conhecimento do início do curso de guardas". 

Segundo o presidente do SNCGP, o MJ tem dito "indiretamente que atualmente  não era possível fazer ingressar o pessoal para o curso de guardas", mas a proposta do Orçamento de Estado para o próximo ano prevê o recrutamento  de pessoal em caso de necessidade. 

Dados do sindicato referem que em 2002 saíram 800 guardas prisionais para a reforma e desde essa data só entraram 265 novos elementos. 

A vigília é o segundo protesto realizado em menos de uma semana pelos guardas prisionais, que estiveram de greve nos dias 28, 29, 30 e 31 de outubro  e 01 de novembro. 

O SNCGP tem convocado o segundo período de greve para sábado, estando  também a ponderar aderir à paralisação nacional de 24 de novembro. 

Jorge Alves destacou ainda os recentes estudos que dão conta de que  pelo menos 47 por cento do pessoal do corpo dos guardas prisionais está  arrependido ter vindo para esta profissão. 

Na quarta-feira, o Ministério da Justiça acusou o SNCGP de ter realizado cinco dias de greve "ao arrepio dos princípios de boa fé", tendo em conta que estavam a decorrer negociações. 

Lusa

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

País

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
21:20
Marcelo diz que Portugal tem-se esforçado para cumprir compromissos
21:19
Organização aponta para 40 mil manifestantes em Lisboa
20:47
Colisão frontal no IP2 provoca 2 mortos
20:11
Câmara de Matosinhos diz estarem a ser apuradas causas de acidente
19:55
4 mortos em ataque contra associação de adeptos do Real no Iraque
19:39
Jogador do Olympiacos, Alan pulido, está desaparecido
19:33
Cristas defende que em alguns casos a escola pública possa ser sacrificada
18:51
10 mortos no Bangladesh em atos de violência nas eleições locais
18:50
5 capacetes azuis morrem em emboscada terrorista no centro do Mali
18:47
Deputada alemã atacada com tarte de chocolate
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .