País

Presidente do Infarmed abandona o cargo, nova administração será reduzida 

O presidente do Infarmed, a autoridade nacional  do medicamento, vai abandonar o cargo a seu pedido e entrará em funções  um novo conselho de administração mais reduzido, disse hoje à agência Lusa  fonte do Ministério da Saúde. 

A Apogen avisa que é necessário  travar em Portugal os bloqueios em tribunal à entrada de medicamentos sem  marca

A Apogen avisa que é necessário  travar em Portugal os bloqueios em tribunal à entrada de medicamentos sem  marca

© Mark Blinch / Reuters

Contactada pela Lusa, a fonte não revelou quando entrará em funções  a nova administração, que passará de cincopara três elementos, conforme estabelecido na nova lei orgânica, já publicada.  O desenrolar do processo depende ainda do novo estatuto, que deverá  ser aprovado nos próximos dias, acrescentou,indicando que nessa altura  é que sesaberá como fica composto o conselho de administração do Infarmed  e se haverá recondução de membros ounão. 

A saída do presidente do Infarmed,Jorge Torgal, é hoje avançada pelo jornal Público, que adianta também futuras alterações nas regras de umconcurso  contestado pelos médicos. "A reformulação de um concurso público internacional paraaquisição  de serviços médicos é umahipótese que o ministro admite, portanto deixa de haver razão para a greve dos médicos", disse a fonte. "O ministro mostra-se disponível para acertar com os médicos areformulação  desse concursopúblico", disse, acrescentando que Paulo Macedo reconhece  "algumas insuficiências na forma"como o processo foi instaurado. "São questões  formais", frisou. 

O jornal diz ainda que, perante a primeira greve dos médicos dosúltimos  anos, o ministro "abre aporta a mudanças nas carreiras médicas, mas sem reflexos na grelha salarial, ao contrário do que pretendem osclínicos".

 

     

 

Lusa

  • "Sou assim, genuíno e frontal". O resumo da entrevista de Bruno de Carvalho à SIC Notícias
    3:47
  • Terá mesmo valido a pena tomar óleo de fígado de bacalhau na infância?

    Mundo

    Os suplementos de ómega 3 não trazem grandes benefícios na prevenção de enfartes, acidente vascular cerebral (AVC) ou morte prematura, concluiu um estudo a pedido da Organização Mundial de Saúde (OMS). A geração que foi obrigada pelos pais a tomar óleo de fígado de bacalhau não está assim muito mais protegida destas doenças que as outras.

  • Rádio Escuta dá voz aos imigrantes que vivem em Lisboa
    4:02
  • Centenas de pessoas no funeral de João Semedo
    2:22
  • Quem é a nova líder da Sonae?
    2:16

    Economia

    Aos 49 anos, a filha mais nova de Belmiro de Azevedo é a nova líder do grupo Sonae. Quem a conhece diz que Cláudia Azevedo herdou o feitio do pai. Também não gosta de ouvir "não" e tem bom humor.