sicnot

Perfil

País

Assaltantes que balearam chefe de loja em Santa Iria de Azóia continuam a monte

A polícia procura os dois homens que ontem à noite tentaram assaltar um hipermercado de Santa Iria da Azóia, concelho de Loures, e acabaram por balear com gravidade o chefe de loja. Foi à hora de fecho do estabelecimento comercial, 21h30, que os assaltantes, armados, entraram no local. O responsável da loja evitou o furto, mas acabou por ser atingido na face. Estava em estado de coma quando deu entrada no Hospital de São José, em Lisboa. 

(Lusa/Arquivo)

(Lusa/Arquivo)

LUSA

A PSP e a Polícia Judiciária foram chamadas ao local, onde ainda encontraram uma caçadeira de canos cerrados. Esta terá sido uma das armas usadas, mas não a única, já que os dois homens estariam armados.

No interior do hipermercado, havia vários funcionários em estado de choque.

Durante grande parte da noite e madrugada, a polícia esteve a patrulhar as ruas de Santa Iria da Azóia, para tentar encontrar os criminosos. Vários elementos e patrulhas da polícia estiveram na rua, pelas imediações. Encontrar os dois autores da ação violenta é agora o principal objetivo das autoridades.

 

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.