sicnot

Perfil

País

Obras levam ao corte de trânsito entre as pontes do Infante e D.Maria no Porto

A Câmara do Porto informou hoje que vai cortar o trânsito na Avenida Gustavo Eiffel entre as pontes do Infante e Dona Maria entre esta quarta-feira e dia 13 de março, das 10:30 às 16:30.

O corte do trânsito durante os próximos dez dias deve-se às obras de consolidação da Escarpa das Fontainhas que entram agora na segunda fase e cujo orçamento é de 2,1 milhões de euros, com um prazo de execução de cerca de dez meses.

"A empreitada de consolidação é essencial para a cidade e prevê a estabilização de secções críticas da escarpa [das Fontainhas] quanto ao perigo de derrocada, identificadas pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil", explica a autarquia num comunicado de imprensa enviado à comunicação social.

O corte de trânsito no troço compreendido entre a Ponte do Infante e a Ponte Dona Maria, das 10:30 às 16:30, "nada tem que ver com as obras que a Empresa Municipal Águas do Porto está a realizar também naquela via", acrescenta a mesma nota de imprensa.

A 1.ª fase da empreitada incidiu sobre a área "mais urgente", situada entre as Pontes do Infante e de Dona Maria Pia, sendo que os trabalhos de consolidação corresponderam a um investimento municipal superior a 915 mil euros.

A terceira e última fase da empreitada inicia-se ainda em 2015 e o investimento total da Câmara do Porto na obra é de "quase quatro milhões de euros". 

A autarquia, liderada pelo independente Rui Moreira numa coligação pós-eleitoral com o PS, revela que "o atual executivo tem vindo a realojar os antigos moradores do bairro do Nicolau, obrigados a abandonar as casas devido ao risco eminente de derrocada, em habitações camarárias próximas da escarpa das Fontainhas, o seu local de enraizamento social".


Lusa
  • Alemães protestam contra a Extrema-Direita
    0:39
  • Incêndio urbano em Coimbra deixa cinco pessoas desalojadas

    País

    Um incêndio numa habitação na cidade de Coimbra deixou este domingo cinco pessoas desalojadas, disse à agência Lusa fonte dos Bombeiros Sapadores. Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra adiantou que o fogo destruiu uma parte substancial de um edifício de três andares em frente à sede da Associação Académica de Coimbra, na rua Padre António Vieira.